Está estudando para Médico - Área: Psiquiatria - FUB? Veja o Programa de Estudo que preparamos para você:

Texto para os itens de 1 a 10


1 Ao contrário do que aconteceu na América Hispânica,

onde universidades católicas foram criadas já no século XVI,

no início da colonização, no Brasil não existiram universidades

4 nem outras instituições de ensino superior durante todo o

período colonial. A política da coroa portuguesa sempre foi a

de impedir a formação de quadros intelectuais nas colônias, de

7 forma a concentrar na metrópole a formação de nível superior.

Mesmo a iniciativa jesuíta de estabelecer um seminário que

pudesse formar um clero brasileiro, o que instituiu boa parte do

10 pouco ensino organizado que então havia na colônia, foi

destruída quando ocorreu a expulsão da Companhia de Jesus,

efetuada pelo Marquês de Pombal no final do século XVIII.

13 Foi apenas no início do século seguinte — em 1808,

quando a Coroa portuguesa, ameaçada pela invasão

napoleônica da metrópole, se transladou para o Brasil com toda

16 a corte — que teve início a história do ensino superior no país.

No mesmo ano da chegada do rei português, foram fundadas

duas escolas de cirurgia e anatomia, uma na Bahia e outra no

19 Rio de Janeiro, e a Academia de Guarda da Marinha, também

no Rio. Em 1927, foram criadas duas faculdades de direito,

uma em São Paulo e outra em Olinda.

22 Não houve então nenhuma preocupação e nenhum

interesse em criar uma universidade. O que se procurava era

formar alguns profissionais necessários ao aparelho do Estado

25 e às necessidades da elite local, como advogados, engenheiros

e médicos. Também não se cogitou entregar à Igreja Católica

a responsabilidade pelo ensino superior, como havia ocorrido

28 nas colônias da Espanha.

Com a presença da corte portuguesa, a independência

não só foi tardia, mas se deu com a preservação da monarquia

31 e da própria dinastia de Bragança, que governou o país até o

final do século. Isso caracterizou um desenvolvimento histórico

marcadamente diverso daquele que foi próprio dos demais

34 países do continente, nos quais a independência deu lugar a

regimes e ideais republicanos. Na área educacional, o processo

seguiu o modelo estabelecido em 1808. Embora se tenha

37 constituído como um sistema estatal sob a influência, mas não

sob a gestão, da Igreja Católica (seguindo uma tradição já

existente em Portugal desde o século anterior), não se criaram

40 universidades, mas escolas autônomas para a formação de

profissionais liberais. A criação dessas escolas era de iniciativa

exclusiva da Coroa.


Eunice R. Durham. O ensino superior no Brasil: público

e privado. Internet: < http://nupps.usp.br > (com adaptações).

 

Com base nas ideias do texto, julgue os itens que se seguem.

O ensino organizado que se verificou durante o Brasil colônia teve grande participação dos jesuítas.

  • C. Certo
  • E. Errado