HFA - Médico Residente - Área Otorrinolaringologia - 2017
Questão 4
4
Q849562
Medicina Anestesiologia
Atalhos
Compartilhar
Ano: 2017
Banca: Instituto Americano de desenvolvimento - IADES
Prova: IADES - HFA - Hospital das Forças Armadas - Médico Residente - Área Anestesiologia

D. H. S. R., 17 anos de idade, sexo feminino, chega ao pronto-socorro acompanhada pela mãe e apresentando queixa de urina de coloração levemente avermelhada, além de espumosa. Apresenta antecedente recente de infecção de vias aéreas. Ao exame físico, está hipocorada +2/+4 e apresenta frequência cardíaca de 85 batimentos/minuto, pressão arterial de 125 mmHg x 100 mmHg e edema +1/+4 em membros inferiores. Achados relevantes do laboratório são creatinina plasmática de 4,8 mg/dL, hipoproteinemia significativa, IgA com títulos normais, queda acentuada da fração C3 do complemento, proteinúria +3/+4 e hematúria microscópica, com hemácias eumórficas e cilindros hialinos.

A respeito do caso hipotético apresentado, é correto afirmar que o quadro clínico corresponde a

A
glomerulonefrite mesângiocapilar, doença que predomina em adultos jovens femininos com faixa etária em idade inferior a 30 anos. A presença de infecção de vias aéreas precede o quadro em torno de 40%. Na microscopia óptica, há hipercelularidade, expressão da matriz mesangial e duplicação da membrana basal glomerular.
B
glomerulonefrite hipocomplementênica, doença que acomete proporcionalmente homens e mulheres jovens e com idade inferior a 20 anos, cursando com doença renal crônica e agudizações da doença renal crônica. A infecção de vias aéreas está associada ao quadro em até 53% dos casos. Na microscopia óptica, há hipercelularidade, matriz mesangial íntegra e membrana basal glomerular com depósitos de IgA e fração C3 do complemento, mesmo na vigência de títulos normais.
C
glomerulonefrite parietoproliferativa, doença que acomete jovens femininos até a segunda década de vida. Pode haver relação com infecção de vias aéreas em até 60% dos casos, podendo cursar com IgA em títulos normais ou elevados, assim como hematúria micro e macroscópica. Na microscopia óptica, observam-se deposição de imunocomplexos e fração C3 do complemento, variável na matriz mesangial e na membrana basal glomerular.
D
glomerulonfrite membranoproliferativa, doença que acomete homens e mulheres na proporção 4:1, em qualquer faixa etária, porém com predomínio em adultos jovens. Os pródromos são infecções de vias aéreas, na grande maioria dos casos, podendo evoluir com crises intermitentes e doença renal crônica, na vigência de títulos normais de IgA, e títulos elevados de IgG e IgM. Na microscopia óptica, há a presença de concrescentes celulares do espaço de Bowman.
E
nefropatia de Berger, doença que acomete qualquer faixa etária, sendo frequente entre os 20 e 30 anos de idade, com predomínio do sexo masculino na proporção 3:1. A apresentação clínica mais comum são surtos de hematúria macroscópica ou microscópica associada a infecções inespecíficas do trato respiratório superior. Pode cursar com títulos de IgA normais ou elevados, em até 50% dos casos. A microscopia óptica pode variar com deposição predominante de IgA no mesângio à imunofluorescência.