Pedagogia Educação Infantil Organização do tempo e do espaço na educação infantil

Na educação infantil, Froebel (1837) e Montessori (1907) foram os grandes precursores da importância da organização do espaço na metodologia do trabalho com crianças pequenas, o qual procura integrar princípios de liberdade e harmonia interior com a natureza, propondo um arranjo espacial em ambientes muito diferentes dos vividos por crianças – na época deles - com menos de seis anos.

Esses teóricos, na verdade, planejaram um espaço que fez parte integrante de suas metodologias. A grande inovação, naquela época, foi o fato de adequar os espaços às necessidades de crianças pequenas, realizando uma verdadeira revolução no que diz respeito aos ambientes destinados à educação infantil.

Cabe ressaltar que, apesar desses avanços significativos, tais práticas educativas se aliavam à organização dos espaços para:

  • A.

    que houvesse maior liberdade de expressão para as crianças, naturalmente falantes e inquietas.

  • B.

    adequar as atividades cognitivas às de organização, autonomia, socialização e motricidade.

  • C.

    facilitar o controle de movimentos do professor sobre as brincadeiras e as atividades de cunho educativo.

  • D.

    que as sequências didáticas se desdobrassem de maneira mais natural e harmoniosa, sem atropelos.

  • E.

    impor uma disciplina rígida, coerente com os postulados educacionais daqueles tempos.