Medicina Especialidade Clínica Cirúrgica Cirurgia Geral

As fraturas do zigoma podem produzir grandes transtornos para o paciente do ponto de vista funcional e estético. As fraturas denominadas orbitozigomáticas caracterizam-se pelo envolvimento primordial da órbita, sendo comum apresentar alguma disfunção ocular. Já as fraturas zigomáticas correspondem ao comprometimento principal do zigoma com o envolvimento anatômico da órbita. Sobre o tema analise os itens abaixo:


I. A decisão de abordar uma fratura do zigoma por meio de uma redução aberta ou fechada ainda gera muitas dúvidas e controvérsias entre os cirurgiões. Isso ocorre devido ao fato que todas as classificações existentes, entre elas a mais conhecida proposta por Knight e North, não oferecem subsídios concretos para determinar o tipo de tratamento mais adequado, existindo cirurgiões que contraindicam de forma absoluta uma redução fechada.

II. A redução aberta seguida de fixação interna rígida proporciona maior segurança, estabilidade, diminui o índice de complicações pós-operatórias e possibilita o rápido retorno do paciente a suas funções. Klotch e Gilliland Marciani, Sands et al., enfatizam bem as vantagens da fixação interna rígida, sobretudo nas fraturas do terço médio da face, incluindo o zigoma.

III. O tempo decorrido após o trauma é outro fator que merece importância na indicação da melhor forma de tratamento. Carr e Mathog, verificaram que em fraturas orbitozigomáticas é possível de uma forma geral conseguir uma redução primária com até 21 dias após o trauma. Posteriormente a esse período, afirmam que podem ser necessárias osteotomias, bem como a utilização de enxertos ósseos por aposição.


Analisados os itens é CORRETO afirmar que:

  • A.

    O item I está incorreto, pois não há no meio médico posições contrárias a abordagem da fratura do zigoma por uma redução fechada.

  • B.

    Os três itens estão incorretos.

  • C.

    Os três itens estão corretos.

  • D.

    O item III está incorreto, pois não há determinação de tempo para se conseguir uma redução primária em fraturas orbitozigomáticas.