Medicina Especialidade Pediatria

Podemos afirmar quanto às infecções congênitas em recém-nascidos.


I. A persistência de IgG positiva para toxoplasmose ao final do primeiro ano de vida da criança ou a elevação de seus títulos nos primeiros meses, confirmam a infecção na criança.

II. São manifestações clínicas de rubéola congênita as cardiopatias, alterações do sistema nervoso central, catarata, glaucoma, surdez periférica ou central.

III. As manifestações da infecção congênita por citomegalovírus podem incluir um padrão de infecção aguda fulminante ou manifestações menos graves como restrição do crescimento intrauterino e microcefalia com ou sem calcificações cerebrais.

IV. Não é necessário investigação para sífilis congênita em recém-nascidos de mães com teste treponêmico positivo se o tratamento para sífilis foi documentado.
Estão corretas as afirmações.
  • A. I, II e IV apenas.
  • B. I, II e III apenas.
  • C. I e III apenas.
  • D. I e II apenas.