Paciente de 63 anos, com diagnóstico de neoplasia de mama esquerda, em estágio avançado, desenvolve dor tipo queimor, choque e latejante no MSE, após quatro meses de radioterapia. Atualmente em uso de AINH e opiáceos via oral. Apresenta obstipação e náuseas, faz uso de colírio diário para tratamento de glaucoma de ângulo fechado há 40 anos. A opção terapêu­ tica mais adequada para o paciente em relação à dor é:

  • A.

    aumento da dose do opiáceo oral e introdução de amitriptilina

  • B.

    redução da dose de opiáceo oral, introdução de amitriptilina e neuroléptico fenotiazínico.

  • C.

    medidas de termoterapia profunda e de drenagem linfática.

  • D.

    aumento da dose de opiáceo e exercícios de drenagem linfática.

  • E.

    redução da dose de opiáceo oral e introdução de carbamazepina.