A Recomendação da UNESCO se insere no contexto da nova museologia, articulada a partir dos princípios de:

  • A. proteção às coleções, visando à sustentação da função educadora do museu;
  • B. segmentação do público visitante, em função das especificidades das exposições;
  • C. conservação dos edifícios sedes dos acervos, objetivando explorar os espaços expositivos;
  • D. contextualização histórica dos objetos, dada a importância de seu valor representativo;
  • E. promoção da função social do museu, estimulando cultural e economicamente a comunidade.