Em relação às Atividades da Vida Diária (AVD), NÃO podemos afirmar que

  • A.

    os fatores, como alterações da sensibilidade, dor, deformidades, alterações cognitivas, déficit de visão e audição, etc. interferem no desempenho das atividades da vida diária.

  • B.

    as atividades do autocuidado, mobilidade, comunicação, trabalho e lazer são compreendidas no contexto das AVDs, fundamentais na programação terapêutica ocupacional de caráter privativo

  • C.

    nas AVDs e AIVDs, são programadas manobras adaptativas para vestir-se, alimentar-se, transferir-se, dentre outras ações, visando à independência do indivíduo, respeitando suas decisões e escolhas.

  • D.

    existem três tipos de transferência, como: com auxílio de aparelhos mecânicos, com auxílio de terceiros ou sem auxílio. A indicação independe do grau de comprometimento e de independência do indivíduo, mas, apenas, de seu interesse.

  • E.

    na transferência sem auxílio, o terapeuta ocupacional deve treinar as técnicas mais apropriadas através do controle de tronco e força nos membros superiores.