A atuação do terapeuta ocupacional aplicada a indivíduos com deficiência mental é de longo prazo, devendo, no entanto, evitar a cronificação da intervenção. Nessa questão, NÃO podemos afirmar que

  • A.

    as crianças são consideradas portadoras de deficiência mental quando não são capazes de realizar tarefas, devido a déficits nas áreas de desenvolvimento neuromotor, como: cognitiva, física, de comunicação social e emocional e das habilidades do autocuidado

  • B.

    essas crianças, na fase de lactentes apresentam maior comprometimento no desempenho sensório-motor.

  • C.

    a deficiência mental leva a déficits de habilidade intelectual e funcional. As condutas de integração sensorial, sensório-motora e de desenvolvimento são utilizadas na intervenção terapêutica ocupacional.

  • D. o objetivo do tratamento deve variar de acordo com o nível de gravidade, enfatizando o planejamento da rotina de hábitos, aumentando o grau de autonomia e estimulando a capacidade criativa e produtiva.
  • E.

    as avaliações com testes padronizados se destacam pelas escalas do desenvolvimento infantil e perfil do desenvolvimento da criança. Esses dados resultantes dos testes são suficientes para a elaboração de um programa terapêutico com ênfase no desempenho ocupacional, a ser trabalhado na família e no seu meio.