O paciente internado em Unidade de Terapia Intensiva apresenta necessidade de cuidados em diferentes aspectos, tais como: físicos, sociais, emocionais, sensoriais e cognitivos. Porém, para efetividade da atenção terapêutico ocupacional nesse contexto, faz-se necessário compreender o quadro clínico e parâmetros fisiológicos que auxiliam na tomada de decisão e escolha de objetivos e recursos terapêuticos ocupacionais adequados. Escolha a alternativa incorreta quanto aos parâmetros fisiológicos.
  • A. A frequência cardíaca é um desses parâmetros, e apresenta valores de referências variáveis entre 60 a 100 batimentos por minuto.
  • B. A temperatura corporal é um importante parâmetro para acompanhamento da evolução clínica do paciente, principalmente em casos de infecções. Quando medida em região axilar, é considerada febre (hipertérmico) acima de 37°C.
  • C. A frequência respiratória se refere ao número de movimentos de respiração realizado ao longo de um minuto. E em indivíduos normais varia de 12 a 22 movimentos por minuto.
  • D. A pressão arterial é a força exercida contra a parede das artérias ao movimento sanguíneo dentro destas. O valor ótimo é de 120/80 mmHg, porém é considerado normal até 130/85mmHg.
  • E. A saturação periférica da hemoglobina em oxigênio pode ser verificada pelo oxímetro de pulso e, nesse aparelho, apresenta como valores normais entre 95% a 100%.