As principais ações a serem desenvolvidas pelo terapeuta ocupacional no contexto hospitalar são, exceto:
  • A. A intervenção no cotidiano hospitalar, de modo a promover a qualidade de vida e o desempenho ocupacional durante a internação.
  • B. A cura das incapacidades bem como a total recuperação da capacidade funcional e independência ocupacional por meio dos componentes de desempenho.
  • C. O desenvolvimento, durante a internação, de atividades adequadas ao perfil de cada paciente, individualmente ou em grupo.
  • D. O incentivo à integração e a ajuda da família no processo terapêutico, trabalhando com os familiares sobre o impacto da internação, as consequências da doença, preparação para a alta, os cuidados básicos, as AVD´s e a reinserção social.
  • E. A ajuda na organização do cotidiano dos pacientes e familiares de acordo com o funcionamento das estruturas e programas hospitalares.