A terapia ocupacional pode intervir de acordo com o tratamento do sofrimento em cuidados paliativos.

I- São fatores clínicos decorrentes da enfermidade: Dor, mudanças funcionais, fadiga, ansiedade, depressão, anorexia, obsessão, compulsão entre outros.

II- Além dos fatores clínicos, são fatores importantes para avaliação da terapia ocupacional os fatores psicossociais, como: adaptação a enfermidade, conflitos e isolamento familiar, decisões de tratamento ou transição da assistência, qualidade de vida, alteração da sexualidade e imagem corporal e outros.

III- A terapia ocupacional não deve intervir nos aspectos espirituais como: final de vida e luto, culpa, preocupação com o significado de vida, entre outros, necessitando sempre de um profissional específico para tais questões.

Marque a alternativa correta.

  • A. Apenas I e II estão corretas.
  • B. Apenas a II está errada.
  • C. Apenas II e III estão erradas.
  • D. Apenas a III está correta.
  • E. Todas as afirmativas estão corretas.