As adaptações para atividades de vida diária em contextos hospitalares são dispositivos que auxiliam o desempenho dessas atividades para a manutenção da máxima independência possível. Sobre elas é possível afirmar que:
  • A. São apenas recursos de alto custo e são sempre fornecidas pelo hospital.
  • B. São usadas somente em pacientes com alterações neurológicas centrais ou periféricas.
  • C. Somente podem ser utilizadas na presença do terapeuta ocupacional, mesmo após o treinamento.
  • D. As estratégias de colocar uma bandeja próxima ao paciente ou barras de apoio nos banheiros, a fim de que permita a realização destas atividades sem auxílio, não são consideradas como adaptações dentro do contexto hospitalar.
  • E. O mais importante é que o terapeuta ocupacional analise as atividades de vida diária que estão com limitações e proponha recursos de baixo ou alto custo para a manutenção da autonomia e independência dentro do contexto de internação.