DEPEN - Agente Penitenciário Federal (polícia penal) - 2009
Questão 12
12
Q516514
Língua Portuguesa Estrutura das Palavras
Atalhos
Compartilhar
Ano: 2009
Banca: FUNRIO Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência - FUNRIO
Prova: FUNRIO - DEPEN - Departamento Penitenciário Nacional - Agente Penitenciário Federal (polícia penal)

Escrever é triste. Impede a conjugação de tantos outros verbos. Os dedos sobre o teclado, as letras se reunindo com maior ou menor velocidade, mas com igual indiferença pelo que vão dizendo, enquanto lá fora a vida estoura não só em bombas como também em dádivas de toda natureza, inclusive a simples claridade da hora, vedada a você, que está de olho na maquininha. O mundo deixa de ser realidade quente para se reduzir a marginália, purê de palavras, reflexos no espelho (infiel) do dicionário. (Carlos Drummond de Andrade: “Hoje não escrevo”, 1974)

O vocabulário usado pelo cronista inclui várias palavras derivadas. Algumas delas contêm sufixos,NULL, como comprova a seguinte alternativa, que transcreve apenas palavras formadas por derivação sufixal:

A

indiferença, dádivas, maquininha, reflexos.

B

conjugação, velocidade, claridade, marginália.

C

realidade, teclado, dicionário, reunindo.

D

você, também, reduzir, natureza.

E

impede, inclusive, infiel, igual.