SEDUC PA - Professor - Área: História - 2008
Questão 25
25
Q165039
História História do Brasil
Atalhos
Compartilhar
Ano: 2008
Banca: Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa - FADESP
Prova: FADESP - SEDUC PA - Secretaria de Estado de Educação do Pará - Professor - Área: História

Leia o relato de um funeral africano feito pelo historiador João Reis:

Esse relato de uma prática cotidiana na ordem escravocrata revela que

A
as cerimônias fúnebres de reis e imperadores africanos eram corriqueiras, demonstrando a hegemonia da nação Nagô, a que havia chegado ao Brasil e se estabelecido na Bahia há mais tempo.
B
os ex-escravos também tinham direito a um funeral pomposo como um aristocrata africano, desde que pertencessem a uma irmandade, especialmente a de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.
C
persistiam, na comunidade africana do Brasil, hierarquias políticas e religiosas que se expressavam em vários momentos, como por ocasião de um funeral de um aristocrata africano.
D
o funeral pomposo de um aristocrata ou sacerdote africano ocorria somente na corte do Rio de Janeiro, por ser uma prática respeitada e admirada pela nobreza imperial e pelos homens letrados da corte.