TCM RJ - Técnico de Controle Externo - 2016
Questão 44
44
Q881555
Administração Geral Gestão de Pessoas
Atalhos
Compartilhar
Ano: 2016
Banca: Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação - IBFC
Prova: IBFC - TCM RJ - Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro - Técnico de Controle Externo
Assinale a alternativa correta sobre a identificação dos efeitos perversos da gestão de pessoas a serem evitados.
A
Desarticulação com as pessoas: existem muitas formas para interpretar e utilizar os novos conceitos, tais como: competência e complexidade. A articulação entre os conceitos e a prática é fundamental para sustentar a coerência da gestão de pessoas pela organização. A ausência dessa articulação tem gerado práticas de gestão de pessoas tradicionais revestidas de modernismos. Ou seja, as organizações têm um discurso moderno de gestão de pessoas e uma prática retrógrada. Neste caso, o discurso não consegue se sustentar no tempo e os conceitos são desacreditados
B
Exploração do trabalhador: os conceitos e práticas modernas de gestão são mais eficientes para gerar o comprometimento do trabalhador com a organização e/ou negócio. Esse maior comprometimento permite obter mais dedicação, produtividade e empenho do trabalhador sem que necessariamente seja oferecida uma contrapartida vantajosa, como, por exemplo: exigir padrões mais elevados de entrega, sem que haja qualquer tipo de valorização e/ou desenvolvimento desse trabalhador, ampliar o nível de exposição e o risco profissional da pessoa sem que ela tenha qualquer suporte político e/ou econômico para tanto, etc
C
Desarticulação conceitual: o modelo de gestão de pessoas adotado tem pouco compromisso com os objetivos estratégicos da organização e/ou negócio. Nesse caso, o modelo de gestão não irá sobreviver por muito tempo, trazendo uma série de problemas nas relações entre as pessoas e a organização. Esses problemas não têm canal para sua vazão através dos processos de gestão de pessoas, uma vez que o modelo não tem sustentação. Os problemas crescem em número e densidade, provocando fissuras na relação entre pessoas e organização. Essas fissuras podem gerar a perda de pessoas importantes para a organização, movimentos grevistas, falta de comprometimento
D
Descolamento estratégico: o modelo de gestão, embora alinhado com os objetivos estratégicos da organização, está desarticulado em relação às expectativas e necessidades das pessoas. Nesse caso, as práticas de gestão de pessoas não têm credibilidade junto a elas e por isso também não conseguem se sustentar no tempo. Por não possuírem a legitimidade necessária, não conseguem dar vazão aos problemas gerados na relação entre as pessoas e a organização