Questões de Concurso de Furto - Direito Penal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1082796

Concurso DPDF Defensor Público de Segunda Categoria 2019

Questão 70

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Com relação aos delitos tipificados na parte especial do Código Penal, julgue os itens subsecutivos.

Situação hipotética: Pedro, réu primário, valendo-se da confiança que lhe depositava o seu empregador, subtraiu para si mercadoria de pequeno valor do estabelecimento comercial em que trabalhava. Assertiva: Nessa situação, apesar de configurar a prática de furto qualificado pelo abuso de confiança, o juiz poderá reconhecer o privilégio.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1205316

Concurso MPCE Promotor de Justiça 2019

Questão 6

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Joaquim, com o intuito de fornecer energia elétrica a seu pequeno ponto comercial situado em via pública, efetuou uma ligação clandestina no poste de energia elétrica próximo a seu estabelecimento. Durante dois anos, ele utilizou a energia elétrica dessa fonte, sem qualquer registro ou pagamento do real consumo. Em fiscalização, foi constatada a prática de crime, e, antes do recebimento da denúncia, Joaquim quitou o valor da dívida apurado pela companhia de energia elétrica.

Consoante a jurisprudência do STJ, nessa situação hipotética, Joaquim praticou o crime de

  • A.

    furto mediante fraude, cuja punibilidade foi extinta com o pagamento do débito antes do oferecimento da denúncia.

  • B.

    estelionato, cuja punibilidade foi extinta com o pagamento do débito antes do oferecimento da denúncia.

  • C.

    furto simples, cuja punibilidade não foi extinta com o pagamento do débito, apesar de essa circunstância poder caracterizar arrependimento posterior.

  • D.

    estelionato, cuja punibilidade não foi extinta com o pagamento do débito, apesar de essa circunstância poder caracterizar arrependimento posterior.

  • E.

    furto mediante fraude, cuja punibilidade não foi extinta com o pagamento do débito, apesar de essa circunstância poder caracterizar arrependimento posterior.

Questão de Concurso - 1203696

Concurso TJ MS Juiz Substituto 2019

Questão 45

Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível Superior

No tocante à prescrição, correto afirmar que

  • A.

    cometido o homicídio qualificado para ocultar outro crime, a prescrição deste impede a qualificação daquele.

  • B.

    os crimes mais leves prescrevem com os mais graves, se cometidos em concurso de delitos.

  • C.

    é regulada pelo total da pena nos casos de evasão do condenado ou de revogação do livramento condicional.

  • D.

    não se aplicam às penas restritivas de direito os mesmos prazos previstos para as privativas de liberdade.

  • E.

    a sua ocorrência em relação ao crime de furto não alcança a receptação que o tinha como pressuposto.

Questão de Concurso - 1163259

Concurso TJ PA Juiz Substituto 2019

Questão 40

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Antônio estava em uma festa, acompanhado de amigos e de Maria, sua esposa. Depois de consumir uma grande quantidade de bebida alcóolica, ele decidiu furtar o celular que estava sobre a mesa. Antônio, que acreditava que o objeto era de propriedade de algum desconhecido - na verdade, o aparelho era de Maria -, sorrateiramente o colocou no bolso. Passados alguns minutos, tendo percebido que o aparelho estava quebrado, arrependido, ele decidiu deixar o aparelho dentro do banheiro, com a esperança de que o proprietário do celular o recuperasse. Após isso, retornou para sua casa.


Considerando que a conduta de Antônio tenha sido descoberta e denunciada à polícia, assinale a opção correta.


  • A.

    Antônio responderá pelo crime de furto, mas sua pena será reduzida em razão da absoluta impropriedade do objeto.

  • B.

    A pena de Antônio será reduzida por ter ele se arrependido da subtração e deixado o aparelho no banheiro, com intuito de que o proprietário do bem o recuperasse.

  • C.

    A pena será agravada em razão de a vítima ser esposa do agente.

  • D.

    A pena será atenuada, por ter Antônio procurado por sua espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar as consequências de sua conduta.

  • E.

    Antônio responderá por crime de furto consumado.

Questão de Concurso - 1177711

Concurso TJ RS Titular de Serviços Notariais e Registrais - Provimento 2019

Questão 93

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Considere a seguinte situação hipotética e assinale a alternativa correta.


Pedro e Paulo combinam de furtar uma quitanda. Acertam que, dentro do estabelecimento, um deles distrairá o dono do estabelecimento, fingindo um desmaio, enquanto o outro, sem ser visto, aproximar-se-á da caixa registradora e subtrairá, sorrateiramente, as cédulas de dinheiro que lá se encontram. No dia da ação criminosa, sem que Pedro saiba, Paulo carrega uma arma de fogo consigo. Quando Paulo finge o desmaio o dono da quitanda percebe que ele portava uma arma de fogo e foge, levando consigo a chave da caixa registradora. Paulo, então, dispara e mata o dono da quitanda. Em seguida, Paulo pega a chave, recolhe o dinheiro da caixa registradora e foge, acompanhado de Pedro.


  • A.

    Pedro e Paulo, unidos pelo liame subjetivo do concurso de pessoas, estarão sujeitos à mesma pena corporal.

  • B.

    Pedro será punido com a pena do furto simples, pois quis participar de crime menos grave.

  • C.

    Pedro será punido com a pena do furto qualificado, pois quis participar de crime menos grave.

  • D.

    Pedro será punido por roubo qualificado pelo resultado morte, com pena aumentada pelo uso de arma de fogo.

  • E.

    Paulo responderá por roubo impróprio, com pena aumentada pelo uso de arma de fogo e pelo resultado morte.

Questão de Concurso - 1184179

Concurso OAB Advogado - XXXI Exame de Ordem Unificado 2019

Questão 61

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

Inconformado por estar desempregado, Lúcio resolve se embriagar. Quando se encontrava no interior do coletivo retornando para casa, ele verifica que o passageiro sentado à sua frente estava dormindo, e o telefone celular deste estava solto em seu bolso. Aproveitando-se da situação, Lúcio subtrai o aparelho sem ser notado pelo lesado, que continuava dormindo profundamente. Ao tentar sair do coletivo, Lúcio foi interpelado por outro passageiro, que assistiu ao ocorrido, iniciando-se uma grande confusão, que fez com que o lesado acordasse e verificasse que seu aparelho fora subtraído.

Após denúncia pelo crime de furto qualificado pela destreza e regular processamento do feito, Lúcio foi condenado nos termos da denúncia, sendo, ainda, aplicada a agravante da embriaguez preordenada, já que Lúcio teria se embriagado dolosamente.


Considerando apenas as informações expostas e que os fatos foram confirmados, o(a) advogado(a) de Lúcio, no momento da apresentação de recurso de apelação, poderá requerer

  • A.

    o reconhecimento de causa de diminuição de pena diante da redução da capacidade em razão da sua embriaguez, mas não o afastamento da qualificadora da destreza.

  • B.

    a desclassificação para o crime de furto simples, mas não o afastamento da agravante da embriaguez preordenada.

  • C.

    a desclassificação para o crime de furto simples e o afastamento da agravante, não devendo a embriaguez do autor do fato interferir na tipificação da conduta ou na dosimetria da pena.

  • D.

    a absolvição, diante da ausência de culpabilidade, em razão da embriaguez completa.

Questão de Concurso - 1178753

Concurso TJ MT Juiz Substituto 2018

Questão 38

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

José revela a seu amigo João que tem a intenção de furtar determinado veículo e, considerando que João é dono de um “ferro velho” lhe propõe a compra do referido veículo após a consumação do furto. João aceita a proposta e, após o furto, compra referido veículo de José.


Considerando a situação hipotética, João terá cometido o crime de


  • A.

    furto qualificado.

  • B.

    receptação qualificada.

  • C.

    furto simples.

  • D.

    receptação simples.

  • E.

    favorecimento real.

Questão de Concurso - 1198492

Concurso

Questão 64

Nível

O furto privilegiado ou insignificante tem como pressuposto para sua aplicação o pequeno valor da coisa.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1196011

Concurso

Questão 67

Nível

Situação hipotética: João, maior imputável, subtraiu dinamites que se encontravam no depósito de uma mineradora. Os explosivos estavam num galpão destrancado, de forma que João simplesmente adentrou ao local e efetuou a subtração.

Assertiva: Essa conduta se amolda ao crime de furto simples, uma vez que o furto será considerado qualificado quando há a subtração com emprego de explosivos, mas não quando a subtração tiver como objeto material os próprios explosivos.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1196012

Concurso

Questão 68

Nível

Situação hipotética: Manoel, maior imputável, utilizou dinamites para explodir um caixa eletrônico e subtrair o numerário.

Assertiva: Esta conduta se amolda ao crime de furto qualificado pelo uso de explosivos, não podendo ser imputado a Manoel o crime de explosão, previsto no CP.

  • C. Certo
  • E. Errado