Língua Portuguesa Interpretação de Texto

Leia o texto para responder às questões de números 07 a 10.

A maioria dos estudos científicos são financiados porque alguém acredita que eles podem ajudar a alcançar algum objetivo político, econômico ou religioso. Considere o seguinte dilema: dois biólogos do mesmo departamento, tendo as mesmas habilidades profissionais, candidataram- -se a uma bolsa de 1 milhão de dólares para financiar seus projetos de pesquisa atuais. O professor Slughorn quer estudar uma doença que infecta os úberes de vacas, causando uma redução de 10% em sua produção de leite. A professora Sprout quer estudar se as vacas sofrem mentalmente quando são separadas dos bezerros. Presumindo que a quantidade de dinheiro é limitada e que é impossível financiar ambos os projetos de pesquisa, qual dos dois deve ser financiado?

Não há uma resposta científica para essa pergunta. Há apenas respostas políticas, econômicas e religiosas. No mundo de hoje, é óbvio que Slughorn tem maior chance de obter o dinheiro. Não porque as doenças do úbere sejam cientificamente mais interessantes do que a mentalidade bovina, mas porque a indústria leiteira, que está em posição de se beneficiar da pesquisa, tem mais influência política e econômica do que os defensores dos direitos dos animais.

(Yuval Noah Harari. Sapiens – uma breve história da humanidade. Trad. Janaína Marcoantonio. Porto Alegre, L&PM, 2015. Adaptado)

O autor sustenta a tese de que
  • A.

    os cientistas estabelecem uma hierarquia entre seus projetos avaliando sua contribuição social.

  • B.

    a política, a economia e a religião constituem partes estruturantes do pensamento científico.

  • C.

    a ciência não estabelece os critérios para determinar quais pesquisas devem ser priorizadas.

  • D.

    os projetos científicos são formulados a partir dos interesses pessoais dos pesquisadores.

  • E.

    o esforço científico é beneficiado ao se orientar por metas políticas, econômicas ou religiosas.