Língua Portuguesa Interpretação de Texto

“Chega o Ano Novo, mas os nossos grandes problemas estão nos velhos hábitos situados naquela zona malandra centrada entre o Estado (essa milionária máquina gerencial pública com suas regras opostas ao bom-senso) e a sociedade. Nós, os cidadãos comuns que não recebemos milionários auxílios-residência, não temos licença-prêmio ou atrasados a receber e nem fomos eleitos para algum cargo público com o propósito de usá-lo para virarmos nobres e, melhor que isso, ficarmos fora do alcance da lei. Nós, os comuns, não temos emprego - temos impostos e trabalho!” (Roberto DaMatta. O Globo. 04/01/2012)

 Levando em conta as relações de coesão estabelecidas pelas palavras destacadas nas alternativas abaixo, assinale a afirmativa incorreta:

  • A. "isso" refere-se, anaforicamente, ao termo "virarmos nobres".
  • B. "(l)o" recupera, anaforicamente, o termo "cargo público".
  • C. "nós" refere-se, cataforicamente, ao termo "cidadãos comuns".
  • D. "que" retoma, anaforicamente, o termo "cidadãos comuns".
  • E. "suas" remete, cataforicamente, ao termo "regras opostas".