Língua Portuguesa Interpretação de Texto Figuras e Vícios de Linguagem

Ainda com relação ao texto IV, assinale a alternativa incorreta.
  • A. A seguinte reescritura do trecho das linhas 19 e 20 está gramaticalmente correta: localizaram um doador compatível; portanto, vá urgente para a mesa de cirurgia. Porém, ela perde em qualidade para a original, mais sintética e mais expressiva.
  • B. Onomatopeia é uma figura de linguagem que consiste na formação de palavras pela imitação de sons e ruídos. Nas linhas 21, 22 e 37, aparece um exemplo dessa figura. Na primeira entrada, ela deixa entrever a ideia de que o coração passou a funcionar no novo peito. Já, na segunda, há a sugestão de que o coração da antiga dona dispara no reconhecimento do namorado.
  • C. No trecho “Até que anunciam o Jorge. Que Jorge? O Jorge, minha filha, o homem que você sempre amou. Eu????” (linhas 24 e 25), aparece um diálogo com apresentação gráfica inusitada.
  • D. Com base nos fragmentos “Acha ele meio baixinho.” (linhas 26 e 27), “Seu coração ignorou o tal de Jorge.” (linha 30), “Em compensação, aquele enfermeiro ali é bem gracinha.” (linhas 33 e 34), “Bacana este cara.” (linha 36) e “O namorado da menina a quem pertencia seu coração.” (linhas 36 e 37) é correto afirmar que o texto é inteiramente construído com construções próprias de linguagem informal, sem nenhuma preocupação com a formalidade da língua escrita padrão.
  • E. Muito comum na fala cotidiana, a hipérbole, figura de linguagem que consiste em exagerar intencionalmente uma ideia com a finalidade de torná-la mais expressiva, é exemplificada no penúltimo parágrafo do texto.