Língua Portuguesa Literatura

Segundo Alceu Amoroso Lima, "a palavra é o elemento material intrínseco do homem de letras para realizar sua natureza e alcançar seu objetivo artístico". Afirma Ezra Pound: "a literatura é a linguagem carregada de significado até o máximo grau possível". É exatamente sobre a palavra e sua carga significativa que se faz a reflexão de Drummond em Procura da Poesia. Ao relacionar e refletir sobre essas três afirmativas, e retomando o poema, o professor, pode, acertadamente, levar seu aluno a deduzir que:

1- o poeta nos ensina que se faz literatura apenas falando sobre acontecimentos ou resgatando subjetivamente a infância ou idealizando. Literatura se faz só com idéias e sentimentos: "O que pensas e sentes, isso ainda não é poesia".

2- "Ainda não é poesia", mas pode vir a ser. Para isso, é preciso penetrar "surdamente no reino das palavras", "lá estão os poemas que esperam ser escritos". Ainda não são poemas, porque "estão paralisados", "sós e mudos, em estado de dicionário".

3- as palavras em "estado de dicionário", ou seja, fora de contexto, têm apenas o sentido denotativo, frio e impessoal. Se contemplarmos as palavras atentamente, de perto, perceberemos que cada uma tem mil faces secretas (conotação) sob a face neutra (denotação).

A afirmativa correta está em:

  • A.

    1, 2 e 3.

  • B.

    2 e 3, apenas.

  • C.

    3, apenas.

  • D.

    1, apenas.