Pedagogia Avaliação Educacional Avaliação Escolar e suas Implicações Pedagógicas

Imaginemos a seguinte situação, em que professores estão conversando: “Tem aluno que aprende de primeira, outros, de segunda; mas tem aluno que não vai nem com reza brava”; “este aluno não vai; eu me recordo do irmão: era a mesma coisa”, etc. “os pais estão se separando, a criança não aprende mesmo...” “Bom professor é aquele que, logo no começo do ano, dando uma olhada na turma, já é capaz de dizer quem vai ser reprovado”. (Celso Vasconcellos)

O autor nos alerta para o fato de estarmos sempre avaliando alguma coisa ou alguém.

No que diz respeito à avaliação escolar, questionar sobre os seus objetivos, sua função no processo pedagógico, bem como a ação a partir dos resultados obtidos por meio dela, são princípios importantes no entendimento da avaliação como algo significativo e transformador.

A proposta de avaliação, na concepção de Celso Vasconcellos, visa à solidariedade em vez de competição, e a inclusão em vez da exclusão, tornando-se uma atitude benéfica ao processo educativo e uma forma de dar maior significado ao trabalho desenvolvido pelo professor.

A esse movimento, dá-se o nome de concepção:

  • A. dialética-libertadora.
  • B. inovadora.
  • C. formativa.
  • D. político-pedagógica.
  • E. institucional.