Questões de Concurso de Coordenação e Orientação Educacional - Pedagogia

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1060814

Concurso IFGO Pedagogo 2019

Questão 31

Universidade Federal do Goiás (UFG)

Nível Superior

A gestão da escola se constrói com a colaboração de todos os envolvidos no processo educativo; no entanto, é preciso que cada profissional assuma as funções específicas do cargo que ocupa. Ao orientador educacional cabe estar atento, mais especificamente,
  • A. aos alunos, suas histórias, sucessos, dificuldades e suas famílias.
  • B. ao trabalho dos professores, seus planejamentos, metodologias e projetos desenvolvidos.
  • C. à equipe diretiva, suas ações, atuações e decisões.
  • D. à atuação dos funcionários, sua produção e qualificação.

Questão de Concurso - 1181198

Concurso TJ PA Analista Judiciário - Área Pedagogia 2019

Questão 37

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Assim como a educação em geral, a supervisão pode ser exercida no sentido da inspeção e do controle ou no sentido da emancipação e autonomia dos sujeitos. No que diz respeito à supervisão embasada na emancipação e autonomia do sujeito, é correto afirmar que

  • A.

    essa atividade é considerada como ação de acompanhamento da atividade profissional ou institucional com uma intencionalidade orientadora, formativa e transformadora.

  • B.

    o supervisor deve assumir o papel de regulador do processo profissional inspecionando e controlando as atividades dos profissionais da educação com o objetivo de alcançar maior produtividade.

  • C.

    a supervisão, sendo uma atividade a ser exercida nos contextos de educação formal, tem o papel de fazer cumprir as regras estipuladas pela organização com o foco principal na formação de pessoas capazes de obedecê-las.

  • D.

    o supervisor, ao assumir o papel de fiscalizador das regras institucionais, deve prezar pela vigilância dos atores envolvidos no processo educacional, contribuindo para a formação das pessoas.

  • E.

    a atividade do supervisor está diretamente relacionada com os executores do processo educacional (professores e ou instrutores), ou seja, com o processo de ensino, sem visar a atividades dos educandos ou o processo de aprendizagem.

Questão de Concurso - 1181199

Concurso TJ PA Analista Judiciário - Área Pedagogia 2019

Questão 38

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Considere as seguintes definições, relativas ao papel da supervisão na educação.

I A supervisão tem o papel de manter o funcionamento da escola sem intervir nos processos educativos e fazendo cumprir as regras estabelecidas pelo sistema.

II A supervisão visa à fiscalização dos procedimentos e à inspeção dos documentos elaborados para o cumprimento das ações docentes.

III A supervisão deve assumir um papel de liderança nas atividades educativas, promovendo a reflexão sobre os processos de ensino e aprendizagem e instigando o diálogo entre os atores envolvidos nesse processo, no intuito da formação autônoma.

Nesse caso,

  • A.

    a definição I e a III partem do princípio de que a supervisão prescinde de transformação social.

  • B.

    a definição II contradiz a concepção tecnicista de educação.

  • C.

    a definição I assume um papel conservador do processo educacional, dentro das concepções pedagógicas.

  • D.

    a definição II e a III apresentam princípios da pedagogia libertadora e da educação para emancipação.

  • E.

    a definição III reproduz uma ideologia liberal, que atende aos princípios do capitalismo.

Questão de Concurso - 1138284

Concurso SME Coordenador Pedagógico 2019

Questão 38

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Leia o texto para responder às questões de números 37 e 38.

Na obra sobre organização e gestão da escola, Libâneo (2015) examina procedimentos e técnicas que podem ajudar na viabilização do trabalho escolar, referentes especialmente à coordenação pedagógica. Entre esses procedimentos e técnicas, encontram-se “o Planejamento e a elaboração do projeto” e “a Observação de aulas”.

Segundo Libâneo (2015), a observação é uma das características da atividade científica e, enquanto tal, uma metodologia de obtenção de informações válidas e, portanto, confiáveis sobre algum fenômeno da realidade. Quando utilizada nas escolas e na sala de aula, visa ao desenvolvimento profissional dos professores e a melhoria das condições de ensino e dos resultados da aprendizagem dos alunos. Entre suas finalidades bem específicas, está a de ajudar o professor a melhorar seu desempenho profissional, criar situações para ajudá-lo a avaliar seu próprio desempenho e fazer auto-observação. Analisando-se as recomendações para o observador – no caso da escola, o coordenador pedagógico – considera-se que ele

  • A.

    precisa ter objetivos muito claros para si e para os professores.

  • B.

    deve elaborar as categorias sobre os fatos observados sempre após a coleta de dados.

  • C.

    precisa impedir que os alunos conheçam as razões de sua presença em classe para realizar observações.

  • D.

    precisa discutir com o professor os dados coletados, no máximo, até duas semanas após a coleta realizada.

  • E.

    deve fazer o registro imediato de suas observações de aulas, sempre que elas tenham uma função diagnóstica.

Questão de Concurso - 1138329

Concurso SME Coordenador Pedagógico 2019

Questão 49

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Em conformidade com as atribuições do cargo de coordenador pedagógico, a coordenadora Anita propôs- -se a orientar os professores com os quais trabalha, no sentido de fazerem registros de suas práticas e, para fundamentar tal proposta, tomou como referência a obra de Mello, Barbosa e Faria (2017). As autoras argumentam que a ação de documentar não acontece de modo isolado, mas requer uma decisão coletiva, considerando que, “sobre o documentado, é necessário um diálogo, é necessário que o outro ou a outra possam compreender, é necessário estar disposto a

  • A.

    despir-se e a aceitar a crítica”.

  • B.

    abandonar o projeto político-pedagógico se necessário”.

  • C.

    elaborar planilhas para planejamento semanal”.

  • D.

    centrar-se nas impressões prévias e nas intuições pessoais”.

  • E.

    adotar modelos coletivos de registros”.

Questão de Concurso - 1138339

Concurso SME Coordenador Pedagógico 2019

Questão 55

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Ostetto (2017) apresenta a importância dos registros na educação infantil, afirmando que, “para registrar, no cotidiano vivido com um grupo de crianças, é necessário observar ações, reações, interações, proposições não só das crianças, mas também do próprio docente. É preciso ficar atento às dinâmicas do grupo, às implicações das relações pedagógicas, com um olhar aberto e sensível, pois registrar não é uma técnica, tampouco pode ocorrer de forma automatizada, como a espelhar o real”. A autora destaca, ainda, que as ações de observar e documentar as experiências de uma criança ou de um grupo, de acordo com ideia de Pagni, representam instrumentos imprescindíveis para o conhecimento das potencialidades e

  • A.

    da habilidade da coordenação pedagógica.

  • B.

    da transversalidade do currículo escolar.

  • C.

    das competências das crianças e do grupo.

  • D.

    das capacidades do corpo docente.

  • E.

    da estruturação do currículo.

Questão de Concurso - 1138340

Concurso SME Coordenador Pedagógico 2019

Questão 56

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Lendo o texto de Fujikawa (2012), é possível verificar que, devido à necessidade de se articular as distintas instâncias da gestão, a escola dispõe de variados registros que devem manter coerência com os princípios de seu projeto político-pedagógico. A elaboração desses registros permite objetivar as questões que ocorrem nessa realidade. Contudo, para a autora, “isso não significa cristalizar as ações, as atitudes, os comportamentos, considerando-os imóveis, imutáveis ou determinados porque jazem escritos. Implica, sim, considerar as possibilidades que o registro escrito apresenta no sentido de revelação da realidade capturada”. Desse modo, a elaboração desses registros permite analisar também

  • A.

    “o que se revela pela ocultação de dados na escrita”.

  • B.

    “a imagem que os profissionais construíram da própria profissão”.

  • C.

    “as relações teoria-prática envolvidas na formação dos professores”.

  • D.

    “o conhecimento sobre as relações educativas construídas no espaço escolar”.

  • E.

    “a qualidade da escrita dos profissionais envolvidos”

Questão de Concurso - 1138345

Concurso SME Coordenador Pedagógico 2019

Questão 59

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Maurício, coordenador pedagógico de uma escola pública municipal da capital paulista, tem se baseado em obras de diversos autores para coordenar o processo de desenvolvimento pessoal e profissional dos professores no âmbito da escola, em que atua. Entre essas obras, consta a de Tardif (2002), em que o autor relaciona “saberes docentes e formação profissional” e aponta “a necessidade de repensar” a “visão disciplinar e aplicacionista da formação profissional”. Segundo afirma Tardif, ele procura mostrar como o conhecimento do trabalho dos professores e o fato de levar em consideração os seus saberes cotidianos permite

  • A.

    diagnosticar os professores mais experientes para monitorarem os novatos, mesmo que esses tenham titulação acadêmica.

  • B.

    solicitar, à universidade, cursos de atualizações sob medida para cobrir as defasagens detectadas na atuação dos docentes.

  • C.

    responsabilizá-los, na dose certa, por resultados colocados nas metas escolares e por investimentos em sua própria formação.

  • D.

    fazer intervenções preventivas junto aos docentes cujos saberes são limitados por diferentes razões, evitando erros didáticos graves.

  • E.

    renovar nossa concepção não só a respeito da formação deles, mas também de suas identidades, contribuições e papéis profissionais.

Questão de Concurso - 1083991

Concurso

Questão 5

Nível

Pedro, professor do 7º ano, está preocupado com um aluno que está ausente da escola há mais de 20 dias. Sobre as providências que devem ser tomadas pela escola, assinale a afirmativa correta.

  • A.

    Compete à família recensear os educandos no ensino fundamental, fazer-lhes a chamada e zelar, junto aos professores, pela frequência à escola.

  • B.

    Compete ao Poder Público recensear os educandos do ensino fundamental, fazer-lhes a chamada e registrar a frequência à escola.

  • C.

    Compete ao Poder Público manter os educandos no ensino fundamental, fazer-lhes a chamada e cuidar, com exclusividade, da frequência escolar.

  • D.

    Compete ao Poder Público recensear os educandos do ensino fundamental, fazer-lhes a chamada e zelar, junto aos pais ou responsáveis, pela frequência à escola.

  • E.

    Compete à família fazer o recenseamento dos educandos no ensino fundamental e, caso sua oferta seja irregular, comunicar à autoridade competente.

Questão de Concurso - 917029

Concurso

Questão 60

Nível

A visão de que o sistema de supervisão deve explicar como deve ser o processo pedagógico na atual sociedade, explicitar a quem ele serve, apontar suas contradições e promover alternativas que formem um cidadão bem informado, capaz de analisar o mundo em que vive e de tomar decisões éticas por vias democráticas, considera que o supervisor atua como
  • A. ferramenta de controle daquilo que é planejado nas esferas administrativas mais elevadas do sistema escolar.
  • B. agente fiscalizador da qualidade de ensino e da educação fornecida às gerações mais jovens incumbindo- se portanto de cuidar do futuro.
  • C. aparato institucional, cuja finalidade é garantir a preservação do prédio escolar e das atividades previstas em calendário, tal como programadas.
  • D. instância responsável por estabelecer uma parceria com a equipe escolar, auxiliando-a a romper com o ultrapassado e a construir o novo.
  • E. instrumento de regulação das relações pessoais e profissionais que se passam nas escolas, entre escolas e destas com as esferas administrativas.