Pedagogia Educação e Sociologia Educação e cidadania

“Apesar de sua difusão, a Educação para Todos é amiúde interpretada, equivocadamente, como ‘escolaridade para todos’ e considerada equivalente à Educação Primária Universal (EPU), uma meta amplamente proclamada pela comunidade internacional. E mais: o importante conceito de ‘satisfação de necessidades básicas de aprendizagem’ recebeu bem menos atenção que o esforço por garantir a cada menino e menina um lugar na escola.” (Rosa Maria Torres)

De acordo com o trecho acima, a Educação para Todos deve ser entendida como

  • A. forma de garantir níveis de escolaridade compatíveis com as idades para meninos e meninas.
  • B. ampliação do conceito de escolarização, entendendo educação como um processo para além da escola.
  • C. escolarização em larga escala para as populações mundiais em idade escolar.
  • D. incentivo para garantir a satisfação de necessidades básicas da população escolar.
  • E. meta de escolarização primária a todos que não estão na escola.