Pedagogia História da Educação Brasileira

O estado da arte sobre formação continuada, feito for Ortega (citado por Gatti e outros, 2001, p. 232), constata que este tipo de programa só produz efeitos sobre as aprendizagens dos alunos quando combinado com outras variáveis de contexto e, ainda, que boa parte das condições que dão sustentabilidade às práticas docentes efetivas está fora do controle dos professores. Diante dessas afirmações, depreende-se que um programa de formação continuada empreendido por uma instituição dificultará a melhoria da qualidade da educação quando
  • A. o docente recebe treinamento centralizado com a finalidade de homogeneizar os projetos pedagógicos e sua execução no interior das instituições.
  • B. a gestão escolar, em seus diversos níveis, for feita por profissionais, também qualificados, para o exercício de suas funções, e responsáveis pelos resultados dos alunos.
  • C. as condições que dão sustentabilidade às práticas docentes estão em boa medida fora do alcance do professor, portanto, precisam de ações de agentes externos à escola.
  • D. a cultura organizacional da instituição for conhecida e trabalhada, pelos gestores do sistema, pela comunidade e, ainda, pela esfera pública responsável pela vida da população.
  • E. amparado por uma política educacional que considere o contexto das instituições e das condições do trabalho docente nelas inseridos, e as condições de vida dos alunos das diferentes comunidades.