Pedagogia Educação e Psicologia (Psicopedagogia) Teorias do desenvolvimento e da aprendizagem Psicologia genética de Piaget

Estudos de Mazzota (1996, p. 200) apontam que “[...] até 1990 as políticas de educação especial refletiram, explicitamente, o sentido assistencial e terapêutico atribuído à educação especial pelo MEC. A partir de 1990, surgem indicadores da busca de interpretação da Educação Especial como modalidade de ensino. Entretanto, é preciso salientar que as principais propostas e planos mantêm-se numa abordagem reducionista, interpretando a Educação Especial como questão meramente metodológica ou de procedimentos didáticos. E, nesse sentido, cabe lembrar que a Educação Especial não deve ser entendida como simples instância preparadora para o ensino comum, embora se deseje que o maior número possível dos alunos possa dele se beneficiar". De acordo com o autor, NÃO é necessário considerar

  • A.

    a necessidade de rever as políticas públicas de educação, diante dos novos desafios que se apresentam.

  • B.

    a participação ativa de um número cada vez maior de pessoas com deficiência nas situações comuns da vida, inclusive a educação.

  • C.

    o sentido a ela atribuído, de educação de alunos que apresentam necessidades educacionais especiais.

  • D.

    a provisão de recursos necessários para o bom desempenho desta modalidade de ensino.

  • E.

    o conjunto de ações voltadas a universalização do Ensino Fundamental, devido às diretrizes do MEC.