Pedagogia Educação e Psicologia (Psicopedagogia) Sexualidade

Segundo Machado (1995), o conhecimento é concebido como “uma rede de significados em um espaço de representações, uma teia de relações cuja construção não se inicia na escola, e que se agrega, possivelmente, a uma proto-rede inata” (p. 31). Sobre as concepções de conhecimento e inteligência, apresentadas na pirâmide elaborada pelo autor, denominada de “Pirâmide Informacional”, pode-se dizer que:

  • A.

    A concepção de inteligência é analisada como um espectro de competências. Dessa forma, o ser inteligente é aquele que tem capacidade de mobilizar-se tendo em vista a realização de seus projetos.

  • B.

    O conhecimento abstrato não é responsável pela organização do conhecimento concreto e, além do mais, impossibilita a criação de uma teia mais rica de conhecimento.

  • C.

    Sobre a inteligência, não há necessidade de estimular um desenvolvimento harmonioso de amplo espectro de competências, uma vez que hipertrofias tópicas raramente se situam mais próximas de desequilibrar do que configurações desejáveis.

  • D.

    O elemento metáfora não representa significância dentro da concepção de conhecimento, pois a capacidade de associar significativamente objetos ou temas situados em contexto aparentemente desconexos deve ser evitada na prática docente.