Pedagogia Educação e Psicologia (Psicopedagogia) Papel da afetividade na aprendizagem

A escola, de forma geral, dispõe de dois tipos básicos de estruturas: administrativas e pedagógicas. As primeiras asseguram, praticamente, a locação e a gestão de recursos humanos, físicos e financeiros. Fazem parte, ainda, das estruturas administrativas todos os elementos que têm uma forma material como, por exemplo, a arquitetura do edifício escolar e a maneira como ele se apresenta do ponto de vista de sua imagem: equipamentos e materiais didáticos, mobiliário, distribuição das dependências escolares e espaços livres, cores, limpeza e saneamento básico (água, esgoto, lixo e energia elétrica).

As pedagógicas, que, teoricamente, determinam a ação das administrativas, "organizam as funções educativas para que a escola atinja de forma eficiente e eficaz as suas finalidades" (Alves). As estruturas pedagógicas referem-se, fundamentalmente, às interações políticas, às questões de ensino-aprendizagem e às de currículo. Nas estruturas pedagógicas incluem-se todos os setores necessários ao desenvolvimento do trabalho pedagógico. É preciso ficar claro que a escola é uma organização orientada por finalidades, controlada e permeada pelas questões do poder.

A partir da análise da estrutura organizacional da escola, pode-se identificar:

  • A.

    o pleno funcionamento de todas as partes: salas de aula, pátio, refeitório, salas de reuniões etc.

  • B.

    a proposta pedagógica adotada, de acordo com a arrumação das salas e do pátio dos alunos.

  • C.

    quais estruturas são valorizadas e por quem, verificando as relações funcionais entre elas.

  • D.

    a limpeza de determinadas áreas em detrimento de outras, e a forma de utilização das mesmas.

  • E.

    que tipo de apoio/serviços a escola está necessitando dos poderes públicos da esfera municipal.