Pedagogia Currículo (Teoria e Prática) Teorias curriculares

O currículo organiza conhecimentos, culturas, valores e artes a que todos têm direito, e deve ser analisado conforme as experiências vividas pelos estudantes, nas quais se articulam os saberes, aprendidos por eles nas comunidades em que convivem, com os conhecimentos sistematizados que a escola deve lhes oferecer.

A partir dessa reflexão acerca do conceito de currículo, pode-se afirmar que:

  • A.

    A construção do currículo constitui um processo de seleção que deve colocar em vantagem determinados conteúdos culturais a que os estudantes não têm acesso nas suas comunidades.

  • B.

    O sistema educacional confere ao currículo organização e terminalidade, razão pela qual deve se garantir sua materialização total a cada ano letivo.

  • C.

    As teorias críticas reconhecem a existência de poderes diversos diluídos nas relações sociais, conferindo ao currículo a função de atuar nesses processos para promover a inclusão.

  • D.

    É dever da escola priorizar no currículo as experiências culturais mais valorizadas, que reproduzam estruturas da vida social em suas assimetrias e desigualdades, para preparar os estudantes para o futuro.

  • E.

    Nas relações entre os saberes dos estudantes e os conhecimentos oferecidos pela escola, deve ficar claro o que de fato é importante para o sucesso: dominar conteúdos socialmente valorizados.