Questões de Concursos Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP)

Ver página AFAP/AP Navegar questão a questão

Questão 1041659

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 1

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Na condição de professor por vocação e destino, o autor se vê como
  • A. um velho pedagogo odiado pelos deuses, que está se redimindo dos defeitos que demonstrou na condução de sua carreira profissional.
  • B. alguém que está envelhecendo na benfazeja companhia de jovens cujo universo, além de tudo, poderia propiciar-lhe farta matéria para a arte da ficção.
  • C. um escritor a quem o destino brindou com o talento da boa pedagogia, fazendo justiça a quem os deuses prezam pelo exercício dessa qualidade.
  • D. um profissional dividido, uma vez que a pedagogia e a arte literária constituem um campo de disputas inconciliáveis entre ficção e ensino.
  • E. alguém a quem foi reservado tanto o privilégio da criação literária como o gosto pela avaliação crítica dos resultados dessa criação.

Questão 1041660

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 2

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Considerando-se o contexto, traduz-se adequadamente o sentido de um segmento do texto em:
  • A. fazem-no pedagogo (1º parágrafo) = incentivam-no a ser um educador.
  • B. expiando algum crime que ignoro (1º parágrafo) = focalizando algum deslize insuspeito.
  • C. cometido porventura (1º parágrafo) = desempenhado afortunadamente.
  • D. fornecer material copioso (2º parágrafo) = implementar objetiva medida.
  • E. utilizo-me desse cabedal (2º parágrafo) = lanço mão dessa riqueza.

Questão 1041661

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 3

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Está clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
  • A. No exercício da dupla função de professor e escritor, o autor do texto avalia que as vantagens que lhe decorrem da primeira poderiam ser úteis para a segunda.
  • B. Tanto têm vantagens a profissão de escritor como de pedagogo, razão por quê sente-se o escritor como uma criatura a quem não faltam o dote dos privilégios.
  • C. Fosse o autor do texto tão-somente um professor, não haveria de passar por sua cabeça as tentações de promover suas experiências pedagógicas as de um criador de literatura.
  • D. Não deixam de ser irônicas, no primeiro parágrafo, que as observações feitas sobre o desprezo dos deuses venha a atingir uma classe nobre como a dos pedagogos.
  • E. O autor admite ser possível que, por eventuais pecados seus, possa ser expiado por conta deles, exercendo contudo um magistério que não conta com o respeito dos deuses.

Questão 1041662

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 4

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Há emprego de voz passiva e adequada articulação entre tempos e modos verbais na frase:
  • A. Não lhe havendo estendido os deuses outra pena, o autor teria de amargar a condição de pedagogo.
  • B. Se quisesse se valer de sua condição de professor, o escritor poderá ter aproveitado seu convívio com os jovens.
  • C. Caso fosse dada ao professor a oportunidade da criação literária, proveitoso material é que não lhe faltaria.
  • D. Uma vez que lhe coubesse aproveitar melhor a companhia dos jovens, o autor terá sabido convertê-la em ficção.
  • E. Havendo desprezado o ódio dos deuses, ao professor coubera redimir-se de algum modo no exercício desse ofício.

Questão 1041663

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 5

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Para integrar adequadamente a frase dada, o verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-se numa forma
  • A. do plural em Bem (poder) caber ao professor o exercício dos dotes de um talentoso escritor.
  • B. do plural em Não (chegar) aos seus ouvidos de professor qualquer recriminação por parte dos jovens alunos.
  • C. do singular em De todos os castigos que lhe (ocorrer) nenhum poderia ser o da carreira de pedagogo.
  • D. do singular em Dos talentos que lhe (caber) desenvolver, o de professor foi o mais bem-sucedido.
  • E. do singular ou do plural, indiferentemente, em O fato de (haver) tantas profissões permite boas escolhas.

Questão 1041664

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 6

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O autor do texto se posiciona claramente contra
  • A. os efeitos nocivos da propaganda, quando se vale de recursos das artes tradicionais para vender produtos de grande significação social.
  • B. as teses idealistas acerca do que seja o belo, que propagam modelos estéticos ligados a um passado clássico que hoje não guardam qualquer sentido.
  • C. a exploração comercial de produtos ligados à estética feminina, como os cosméticos, que ele julga perverter o padrão ideal de beleza.
  • D. a disseminação de padrões de beleza inatingíveis que atendem a um ávido interesse econômico e acarretam infelizes obsessões às mulheres.
  • E. a reprodução de modelos de beleza que levam as mulheres a encontrar em si mesmas uma fonte de prazer sem qualquer relevância social.

Questão 1041665

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 7

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A estratégia exposta com brutal franqueza pelo presidente da Allied Stores (2o parágrafo) consiste em admitir que
  • A. a indução a um sentimento de insuficiência e de mal-estar nas mulheres é o método próprio da indústria da beleza.
  • B. os insistentes gastos das mulheres com produtos de beleza dão origem aos altos investimentos desse setor industrial.
  • C. um mau negócio seria provocar nas mulheres alguma obsessão por um ideal de beleza que não têm como atingir.
  • D. um bom negócio implica sempre uma satisfação objetiva dos anseios dos clientes, despertados por um produto.
  • E. a ansiedade feminina deve ser canalizada para os produtos que efetivamente possam satisfazer a mulher de imediato.

Questão 1041666

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 8

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O autor do texto explora com alguma frequência expressões com clara oposição de sentido, tal como ocorre entre
  • A. crescente padronização e popularização da fotografia.
  • B. coincide com a decolagem e vertiginosa ascensão.
  • C. premissa oculta e brutal franqueza.
  • D. variam ao infinito e a mais diabólica.
  • E. insegurança estética e hesitações femininas.

Questão 1041667

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 9

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Uma nova redação na qual se mantêm a correção, a clareza e o sentido da frase A exploração metódica das hesitações femininas abre as portas ao infinito apresenta-se na seguinte versão:
  • A. Uma vez que se abra, as portas da exploração metódica tornam-se infinitas ao que há de hesitante nas mulheres.
  • B. Conquanto hajam hesitações femininas, a exploração metódica destas portas podem ser infinitas.
  • C. Os titubeios femininos visam à abrir as portas ao infinito para sua exploração metódica.
  • D. Abrem-se infinitamente as portas das dúvidas femininas quando explorado com método.
  • E. São portas para o infinito as que abre a exploração sistemática das inseguranças femininas.

Questão 1041668

Agência de Fomento do Amapá - AP (AFAP/AP) 2019

Cargo: Analista de Fomento - Área Advogado / Questão 10

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

É plenamente regular o emprego das formas sublinhadas na frase:
  • A. Compara-se os atrativos dos cosméticos para com a “esperança dentro de um pote”.
  • B. Associam-se os atrativos dos cosméticos à “esperança dentro de um pote”.
  • C. Aproximam-se o que há de atrativo nos cosméticos diante da “esperança dentro de um pote”.
  • D. Podem equiparar-se a atração dos cosméticos como uma “esperança dentro de um pote”.
  • E. Estabeleceu-se no texto os nexos dos cosméticos à uma “esperança dentro de um pote”.