Questões de Concurso de Etnologia Indígena - Antropologia

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1002960

Concurso IPHAN Técnico I - Área Ciências Sociais 2018

Questão 83

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Considerando o conceito de cultura sob a perspectiva antropológica, julgue os itens subsequentes. As sociedades indígenas brasileiras caracterizavam-se pelo equilíbrio social, pela estabilidade histórica e pela tendência ao isolamento, o que foi modificado pela sucessão de contatos interculturais e intersocietários derivados dos processos de colonização.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 685447

Concurso MPU Analista do MPU - Àrea de Atividade: Perícia - Especialidade: Antropologia 2013

Questão 93

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Julgue os itens seguintes, relativos à antropologia no Brasil.

O modelo de fricção interétnica resultou da insatisfação de Roberto Cardoso de Oliveira com os estudos de aculturação que, na primeira metade do século XX, dominavam a antropologia estadunidense e, por extensão, a academia brasileira.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 571199

Concurso SAEB Especialista em Produção de Informações Econômicas - Área Estudos Socioeconômicos 2012

Questão 119

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Acerca da construção de hipóteses de pesquisa e de métodos de pesquisa, julgue os itens subsequentes.

Para se descrever a morfologia social de um grupo indígena, devem ser utilizados métodos quantitativos.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 884498

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 10

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

O indigenato constitui o arcabouço jurídico do direito originário dos índios às terras que ocupam, sendo ele fonte primária e congênita da posse territorial. Com base nessa afirmativa, assinale a opção correta.
  • A. É um antigo e tradicional instituto jurídico lusobrasileiro, que deita suas raízes nos primeiros tempos da Colônia, firmando o princípio de que os índios são os primários e naturais senhores das terras que ocupam, tal como estabeleceu o Alvará de 1º de abril de 1680.
  • B. Foi formalizado no Alvará de 1º de abril de 1680 e reafirmado na Lei de 6 de junho de 1755, mas não permaneceu em vigor durante todo esse tempo, sendo reinstituído apenas na Constituição Federal de 1988.
  • C. É um direito transitório, que cessa quando se concretiza a assimilação total da cultura e dos valores do mundo ocidental pelos povos nativos.
  • D. Vincula-se à posse imemorial da terra e depende da demonstração da ocupação contínua e ininterrupta da terra para ser plenamente reconhecido.
  • E. Tem sua origem na Constituição Federal de 1988, quando se explicita de modo claro e pela primeira vez na história do país os direitos originários dos índios às terras que tradicionalmente habitam.

Questão de Concurso - 884501

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 13

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

Desde a criação do Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio (MAIC), em 1906, previase na sua estrutura a instituição de um “serviço para catequese e civilização dos índios”. No início do século XX, em meio à polêmica pública sobre a capacidade (ou não) de evolução dos povos indígenas, o Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon propôs que se criasse uma agência indigenista do Estado, tendo por agentes delegados especiais. A ação indigenista dessa agência teria as seguintes finalidades, exceto:
  • A. garantir os direitos originários dos índios às terras que tradicionalmente habitam.
  • B. estabelecer a convivência pacífica com os índios e agir para garantir a sobrevivência física dos povos indígenas.
  • C. fazer os índios adotarem gradualmente hábitos “civilizados”, influindo de forma “amistosa” sobre a vida indígena.
  • D. fixar o índio à terra e contribuir para o povoamento do interior do Brasil.
  • E. acessar ou produzir bens econômicos nas terras dos índios e usar a força de trabalho indígena para aumentar a produtividade agrícola.

Questão de Concurso - 884502

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 14

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

O Serviço de Proteção aos Índios e Localização de Trabalhadores Nacionais (SPILTN) foi criado em 1910 a partir das redes sociais que ligavam integrantes do Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio (MAIC), do Apostolado Positivista e do Museu Nacional. O SPI foi a primeira agência leiga do Estado brasileiro a gerir povos indígenas e suas principais iniciativas, desde sua criação, estiveram voltadas para a pacificação de grupos indígenas em áreas de colonização. Considerando as análises propriamente antropológicas sobre o seu histórico de atuação, como os trabalhos de Antônio Carlos de Souza Lima, o SPI pode ser melhor definido como:
  • A. uma agência exclusivamente humanitária, cingida por obrigações éticas e legais de proteger os índios do avanço da civilização.
  • B. um simples instrumento de dominação das populações das cidades sobre os silvícolas.
  • C. uma agência unicamente econômica, com vistas a tirar os índios da indolência e transformá-los em trabalhadores produtivos.
  • D. a formalização institucional de um poder tutelar estatizado, a ser exercido sobre povos e territórios indígenas, voltado a assegurar o controle legal e as ações incidentes sobre estes.
  • E. uma agência política patrimonial, com vistas a empregar os ex-membros da Comissão de Linhas Telegráficas e Estratégicas do Mato Grosso ao Amazonas.

Questão de Concurso - 884513

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 25

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

A demarcação de uma terra indígena é determinada
  • A. pelo fato de serem terras utilizadas para suas atividade produtivas, e para os interesses de empresas que pretendem desenvolver economicamente as terras para o benefício dos índios.
  • B. pelas 19 condicionantes do Supremo Tribunal Federal para a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, no estado de Roraima, em 2009, que servem como uma orientação geral.
  • C. pela tese do “marco temporal”, apresentada pelo Supremo Tribunal Federal, que sustenta que os indígenas só teriam direito às terras efetivamente ocupadas em 5 de outubro de 1988, na data da promulgação da Constituição.
  • D. pelo fato de serem terras tradicionalmente ocupadas pelos índios, as por eles habitadas em caráter permanente, as utilizadas para suas atividades produtivas, as imprescindíveis à preservação dos recursos ambientais necessários a seu bem-estar e as necessárias à sua reprodução física e cultural, segundo seus usos, costumes e tradições.
  • E. por uma negociação entre o Estado representado pela Fundação Nacional do Índio, as empresas que pretendem desenvolver projetos de desen-volvimento nas terras dos índios pagando indenizações e royalties aos indígenas e a anuência das comunidades indígenas.

Questão de Concurso - 884514

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 26

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

Atualmente, a grande maioria das religiões indígenas no Brasil
  • A. permanecem quase intocadas na mesma forma em que se encontravam na época da conquista do Brasil pelos europeus, ou ligeiramente modificadas pela história de contato interétnico.
  • B. perderam todas as características originárias e se transformaram em espelhos das religiões ocidentais.
  • C. representam um sincretismo de elementos de religiões indígenas e ocidentais em que perderam todas as suas características originárias e em que o cristianismo predomina como o paradigma dominante.
  • D. representam um sincretismo de elementos de religiões indígenas e ocidentais em que perderam todas as suas características originárias e em que o cristianismo predomina como o paradigma dominante.
  • E. coexistem com as religiões ocidentais, incorporando elementos do cristianismo, das religiões afro-brasileiras, e dos paganismos europeus.

Questão de Concurso - 884516

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 28

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

O surgimento dos movimentos indígenas no Brasil foi estimulado inicialmente pela
  • A. influência do movimento “red power” dos povos indígenas dos Estados Unidos da América do Norte na década de 1960.
  • B. Cabanagem na Amazônia brasileira, revolta social ocorrida no Império do Brasil, na então província do Grão-Pará, estendendo-se de 1835 a 1840.
  • C. atuação do Governo Federal em promover políticas públicas para a autonomia indígena via os órgãos indigenistas – o Serviço de Proteção aos Índios (SPI) e a Fundação Nacional do Índio (FUNAI).
  • D. promulgação do Estatuto do Índio, Lei nº. 6.001, de 19 de dezembro de 1973.
  • E. atuação do Conselho Indigenista Missionário na década de 1970 de promover as assembleias indígenas, onde se desenharam os primeiros contornos da luta pela garantia do direito à diversidade cultural.

Questão de Concurso - 884517

Concurso FUNAI Indigenista Especializado 2016

Questão 29

Escola de Administração Fazendária (ESAF)

Nível Superior

Os descimentos de índios no Estado do Grão- Pará e Maranhão nos séculos XVII e XVIII foram empreendidos principalmente por:
  • A. pequenos grupos de missionários portugueses que entraram nas aldeias e convenceram os índios a se transferirem para as missões onde poderiam participar como mão de obra na construção do Brasil.
  • B. militares portugueses que buscavam mão de obra escrava para as fazendas.
  • C. grandes contingentes de índios escravizados, índios livres, mamelucos e outros grupos subalternos recrutados pelos portugueses para escravizar os chamados “Índios bravos”.
  • D. missionários e militares portugueses que entraram nas aldeias e com a força da persuasão conseguiram levar os índios para as cidades com o intuito de participar da construção da nação.
  • E. exploradores que seguiram os ideais da Coroa portuguesa em colonizar a Amazônia.