Questões de Concurso de História da Arte e Arquitetura - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 742032

Tribunal de Justiça de Sergipe  - SE (TJ/SE/SE) 2014

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 51

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca da história da arquitetura e do urbanismo, julgue os itens a seguir. O Cadastro Nacional de Negociantes de Antiguidades e Obras de Arte (CNART) é o registro obrigatório de negociantes e agentes de leilão que comercializam objetos com valor histórico e artístico cuja venda é permitida somente mediante prévia autenticação do IPHAN.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 579039

Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) 2012

Cargo: Pesquisador em Propriedade Industrial - Área Arquitetura / Questão 84

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Com relação à preservação e ao restauro do patrimônio arquitetônico e urbanístico, julgue os itens de 81 a 84.

No Brasil, a entidade responsável pela preservação do patrimônio cultural brasileiro é o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), criado em 1937, durante o governo de Getúlio Vargas. Em 1936, o então ministro da Educação e Saúde, Gustavo Capanema, preocupado com a preservação do patrimônio cultural brasileiro, solicitou a elaboração de um anteprojeto de lei para salvaguarda desses bens a Mario de Andrade. Em seguida, confiou a tarefa de implantar o serviço de patrimônio ao arquiteto Lucio Costa.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 843638

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Arquitetura / Questão 37

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Os núcleos originais das cidades planejadas são construídos a partir de projetos detalhados. Como exemplo, no Brasil, tem a cidade de
  • A. Teresina – PI.
  • B. Alcântara – MA.
  • C. Porto Alegre – RS.
  • D. Campo Grande – MS.
  • E. Niterói – RJ.

Questão 843639

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Arquitetura / Questão 38

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Entre os projetos de Lucio Costa, inclui-se
  • A. a Casa da Cascata na Pensilvânia, nos EUA.
  • B. o Palácio do Congresso Nacional, em Brasília.
  • C. a Unidade de Habitação em Marselha, na França.
  • D. a Torre de TV localizada na região central de Brasília.
  • E. o Edifício Marques do Herval, no Rio de Janeiro.

Questão 843640

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Arquitetura / Questão 39

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Em relação aos estilos históricos de arquitetura brasileira, assinale a opção correta.
  • A. A Escola Álvares Penteado, o Teatro São José e a Maternidade São Paulo são exemplos de arquitetura neocolonial no Brasil.
  • B. Lucio Costa projetou o monumento comemorativo do centenário da Independência do Brasil, o qual representa o estilo art nouveau.
  • C. A arquitetura brutalista teve início no Brasil com a construção de Brasília, paralelamente ao modernismo.
  • D. O arquiteto Granjean de Montiny foi fundador da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro e exerceu grande influência para a introdução do estilo neoclássico no Brasil.
  • E. A nova Catedral de São Paulo, cujo projeto é de Max Hehl, possui estilo neorromano.

Questão 849780

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro - RJ (ALE/RJ) 2017

Cargo: Especialista Legislativo - Área Arquitetura / Questão 42

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

O edifício do Palácio Tiradentes que, atualmente, abriga a ALERJ foi projetado pelos arquitetos Archimedes Memória e Francisque Couchet em 1921/22.

A simetria atingida por meio de nichos e painéis, a colunata autônoma ladeada por corpos maciços e a sala do plenário coberta com a cúpula de vidro, caracterizam o edifício como exemplar de estilo:

  • A. art déco;
  • B. art nouveau;
  • C. neocolonial;
  • D. marajoara;
  • E. neogrego.

Questão 849781

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro - RJ (ALE/RJ) 2017

Cargo: Especialista Legislativo - Área Arquitetura / Questão 43

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

O cobogó ou elemento vazado foi amplamente empregado pelos arquitetos modernos brasileiros em seus projetos, com o objetivo, sobretudo, de propiciar a ventilação natural cruzada entre os compartimentos.

Na cidade do Rio de Janeiro, um dos exemplares arquitetônicos modernos, em que o cobogó foi empregado na fachada com tal objetivo, é o edifício:

  • A. Obra do Berço: Oscar Niemeyer;
  • B. Torre do Shopping Rio Sul: Ulysses Burlamaqui e Alexandre Chan;
  • C. Escola Edmundo Bittencourt: Conjunto “Pedregulho” - Affonso Reidy;
  • D. Palácio Gustavo Capanema: equipe liderada por Lucio Costa;
  • E. Associação Brasileira de Imprensa: Irmãos Roberto.

Questão 849782

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro - RJ (ALE/RJ) 2017

Cargo: Especialista Legislativo - Área Arquitetura / Questão 44

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

Com o desenvolvimento da economia colonial, a arquitetura religiosa passou, no século XVII, a apresentar melhor qualidade técnica e formal. Nesse período, uma das principais características arquitetônicas dos templos consistia no emprego de:
  • A. janelas de grandes vãos;
  • B. pavimentos de pé-direito alto;
  • C. pequenas proporções de paramento branco;
  • D. pilastras e cunhais bem demarcados;
  • E. plantas de nave ortogonal.

Questão 875825

Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT 8) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

A respeito da história da arquitetura e de seus marcos periodológicos, assinale a opção correta.
  • A. A técnica arquitetônica do período medieval desenvolveu-se, principalmente, pela construção das catedrais, cuja monumentalidade e beleza de estilo gótico tornaram-se possíveis graças à invenção do arcobotante, construção que permitia a edificação das abóbodas ogivais no interior dos edifícios.
  • B. Com uma visão de mundo inspirada ao mesmo tempo no Classicismo e no Humanismo, o período renascentista não apresentou avanços em relação à linguagem arquitetônica. Se, por um lado, o Humanismo fundamenta-se na concepção de que o homem é o principal inspirador e destinatário da arquitetura, por outro, o Classicismo firma-se na reprodução de estilos já suficientemente experimentados no período medieval.
  • C. O monumento de Stonehenge, um dos principais registros históricos da arquitetura, é remanescente do período neolítico ou da pedra polida e localiza-se ao sul da Inglaterra, sendo integrado por menires, trílitos, dólmens e cromeleques, elementos formados por pedras na vertical sobre as quais são assentadas lajes.
  • D. A arquitetura do Egito Antigo é marcada pela construção de mastabas, edifícios em forma de tronco de pirâmide construídos com tijolos de argila e palha, secos ao sol, que eram destinados a abrigar os restos mortais dos indivíduos mais ricos, como os primeiros faraós.
  • E. Na chamada Antiguidade Clássica, o templo constitui expressão maior da arquitetura grega e a coluna, sua peculiaridade. As ordens dórica e coríntia são caracterizadas pelo emprego de motivos abstratos ou semiabstratos para simbolizar a vida orgânica, enquanto a ordem jônica é marcada pelo uso de ornamentos inspirados nas formas das folhas de acanto e de outras plantas.

Questão 829267

Ministério Público de São Paulo - SP (MPE/SP) 2016 (2ª edição)

Cargo: Analista Técnico - Área Arquiteto / Questão 31

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Em suas alegações em favor do tombamento de um bairro, uma associação de moradores sustenta que o local abrigaria obras significativas de arquitetos modernistas pioneiros, já falecidos, expoentes do Modernismo em São Paulo que tiveram produção significativa nas décadas de 1950 e 1960. Tais alegações corresponderiam à presença, no bairro, dentre outras, de obras de
  • A. Vilanova Artigas, Rino Levy e Paulo Mendes da Rocha.
  • B. Vilanova Artigas, Rino Levy e Osvaldo Bratke
  • C. Gregori Warschavchik, Vilanova Artigas e Carlos Bratke.
  • D. Rino Levy, Gregori Warschavchik e Carlos Bratke.
  • E. Gregori Warschavchik, Paulo Mendes da Rocha e Osvaldo Bratke.