Questões de Concurso de História da Arte e Arquitetura - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1097725

Concurso Analista de Planejamento, Infraestrutura e Obras Públicas Municipais - Arquitetura 2019

Questão 67

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

O cobogó, invenção brasileira, é um elemento construtivo préfabricado, vazado, que proporciona ventilação natural aos ambientes. Foi criado em Pernambuco, em 1929, e se tornou um ícone da arquitetura moderna no Brasil.

Assinale a opção que identifica o edifício retratado na imagem acima, em que é utilizado o cobogó.

  • A.

    Obra do Berço, de Oscar Niemeyer, 1937, Rio de Janeiro.

  • B.

    Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), dos Irmãos Roberto, 1935, Rio de Janeiro.

  • C.

    Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes (Pedregulho), de Affonso Eduardo Reidy, 1947, Rio de Janeiro.

  • D.

    Pavilhão Brasileiro na Feira Mundial de Nova York, de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, 1939, Nova York, USA.

  • E.

    Parque Eduardo Guinle, de Lúcio Costa, 1954, Rio de Janeiro.

Questão de Concurso - 1002410

Concurso ALE RO Analista Legislativo - Área Arquitetura 2018

Questão 43

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

Um dos pioneiros da arquitetura moderna no Brasil, apontado como “traidor” pelo grande promotor da arquitetura neocolonial, José Mariano Filho, por ter abandonado este estilo em detrimento do outro, foi o arquiteto
  • A. Affonso Reidy.
  • B. Carlos Leão.
  • C. Ernani Vasconcellos.
  • D. Lucio Costa.
  • E. Oscar Niemeyer.

Questão de Concurso - 1002413

Concurso ALE RO Analista Legislativo - Área Arquitetura 2018

Questão 46

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

Em sua “Memória Descritiva do Plano Piloto” para Brasília, o arquiteto Lucio Costa escreveu que a solução apresentada “nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse”.

Este gesto foi representado, graficamente, na forma de

  • A. um eixo central.
  • B. dois eixos centrais paralelos entre si.
  • C. dois eixos cruzando-se em ângulo reto.
  • D. dois eixos paralelos cruzando-se com outro em ângulos.
  • E. três eixos formando-se um triângulo.

Questão de Concurso - 1192036

Concurso

Questão 58

Nível

Em “Os pilares da terra”, Ken Follet descreve que as paredes de uma catedral gótica não precisam ser apenas boas, mas perfeitas: a construção era tão grande que a menor obliquidade nas paredes enfraqueceria a estrutura.

I - Arcos góticos, mais pontiagudos, possuem como consequência uma redução dos empuxos dos arcos em aproximadamente 95%.

II - Pode-se encontrar o formato da catenária que corresponde a curvatura em que a uma carga fica distribuída igualmente ao longo da curvatura elaborada.

III - O material de construção mais utilizado nas catedrais góticas era a madeira e a terra, que permitiam a formação dos arcos góticos existentes até hoje.

IV - A ideia de verticalidade era procurada por estruturas pontiagudas tendendo sempre ao céu. Arcos ogivais e abóbadas compunham as catedrais.

Considerando os elementos estruturais e características das catedrais góticas, está correto:

  • A. Apenas I e IV.
  • B. Apenas II e III.
  • C. Apenas II e IV.
  • D. Apenas I, II e IV.
  • E. Apenas II, III e IV.

Questão de Concurso - 1192037

Concurso

Questão 59

Nível

“O governador queria obras (...) que atestassem o desenvolvimento e aí nós conseguimos especificar estruturas em concreto, lajes impermeabilizadas, numa época bastante difícil de mão-de obra.” [ARAKELIAN apud ARRUDA, 2015]. O trecho caracteriza o contexto da obra do Restaurante Universitário, no campus UFMS - Campo Grande. Assim, o edifício pode ser considerado, sob o ponto de vista da linguagem arquitetônica utilizada no projeto, exemplar do conceito arquitetônico conhecido por:

  • A. Brutalismo.
  • B. Populismo.
  • C. Estruturalismo.
  • D. New-ecletismo.
  • E. Pós-modernismo.

Questão de Concurso - 843639

Concurso Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Arquitetura 2016

Questão 38

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Entre os projetos de Lucio Costa, inclui-se
  • A. a Casa da Cascata na Pensilvânia, nos EUA.
  • B. o Palácio do Congresso Nacional, em Brasília.
  • C. a Unidade de Habitação em Marselha, na França.
  • D. a Torre de TV localizada na região central de Brasília.
  • E. o Edifício Marques do Herval, no Rio de Janeiro.

Questão de Concurso - 849781

Concurso ALE RJ Especialista Legislativo - Área Arquitetura 2016

Questão 43

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

O cobogó ou elemento vazado foi amplamente empregado pelos arquitetos modernos brasileiros em seus projetos, com o objetivo, sobretudo, de propiciar a ventilação natural cruzada entre os compartimentos.

Na cidade do Rio de Janeiro, um dos exemplares arquitetônicos modernos, em que o cobogó foi empregado na fachada com tal objetivo, é o edifício:

  • A. Obra do Berço: Oscar Niemeyer;
  • B. Torre do Shopping Rio Sul: Ulysses Burlamaqui e Alexandre Chan;
  • C. Escola Edmundo Bittencourt: Conjunto “Pedregulho” - Affonso Reidy;
  • D. Palácio Gustavo Capanema: equipe liderada por Lucio Costa;
  • E. Associação Brasileira de Imprensa: Irmãos Roberto.

Questão de Concurso - 914411

Concurso DPE RS Analista - Área Arquitetura 2017

Questão 60

Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível Superior

Em seu trabalho Documentação Necessária, publicado em 1937 no primeiro número da revista do então Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional − SPHAN, Lúcio Costa chama atenção para o ponto que se refere à relação dos vãos com a parede:

Nas casas mais antigas, presumivelmente nas dos fins do século XVI e durante todo o século XVII, os cheios teriam predominado, e logo se compreende por quê; à medida, porém, que a vida se tornava mais fácil e mais policiada, o número de janelas ia aumentando; já no século XVIII, cheios e vazios se equilibram, e no começo do século XIX, predominam francamente os vãos; de 1850 em diante as ombreiras quase se tocam, até que a fachada, depois de 1900, se apresenta praticamente toda aberta, tendo os vãos, muitas vezes, ombreira comum.

A figura que melhor ilustra o primeiro exemplo citado por Lúcio Costa é:

  • A.
  • B.
  • C.
  • D.
  • E.

Questão de Concurso - 873909

Concurso TJ RO Analista Judiciário - Área Arquitetura 2015

Questão 25

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

Relacione os cinco preceitos da arquitetura moderna:

1. Planta Livre;

2. Terraço Jardim;

3. Pilotis;

4. Estrutura Independente;

5. Fachada Livre, com as definições correspondentes abaixo discriminadas:

( ) separação entre as funções portantes e as partes portadas;

( ) membrana que separa o interior do exterior, sem função portante obrigatória;

( ) ossatura autônoma, que tem contato com o solo somente em alguns pontos;

( ) cobertura de concreto armado, com superfícies horizontais,

( ) separações verticais, que não precisam ser superpostas a cada andar.

A sequência correta é:

  • A. 1, 3, 4, 5 e 2;
  • B. 1, 5, 4, 3 e 2;
  • C. 3 ,4, 2, 1 e 5;
  • D. 4, 2, 1, 3 e 5;
  • E. 4, 5, 3, 2 e 1.

Questão de Concurso - 859854

Concurso DPE SP Agente de Defensoria Pública - Área Arquiteto 2015

Questão 47

Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível Superior

O Conjunto Residencial Cecap, projeto dos arquitetos Vilanova Artigas, Fábio Penteado e Paulo Mendes da Rocha, destaca-se como um dos ícones da arquitetura habitacional de interesse social no Brasil.

Considerando a figura acima, é correto afirmar que

  • A. ao menos um dos cinco pontos da Nova Arquitetura apontados pelo arquiteto Le Corbusier é visivelmente apresentado.
  • B. todas as portas do apartamento podem ser reposicionadas, o que permite a adaptação a eventuais reformas.
  • C. a localização da escada à volta do elevador otimiza o plano de circulação nas áreas comuns.
  • D. destaca-se na racionalidade estrutural da obra a ausência de balanços.
  • E. apesar da utilização da alvenaria estrutural, a obra permite flexibilidade nos espaços internos.