Questões de Concurso de Orçamento e Fiscalização - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 523856

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) 2012

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 103

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

A respeito de licitações, gerenciamentos e orçamento de obra, julgue os itens subsecutivos.

A licitação é a seleção por meio da qual uma entidade coloca em oferta a realização de uma obra, prestação de serviço ou fornecimento de um bem ou equipamento de construção.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 523857

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) 2012

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 104

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

A respeito de licitações, gerenciamentos e orçamento de obra, julgue os itens subsecutivos.

A licitação só poderá ser lançada por entidades de direito público.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 827481

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 2015

Cargo: Arquiteto e Urbanista / Questão 36

Banca: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Nível: Superior

Segundo Dinsmore e Silveira Neto (2007), as três áreas que formam o chamado trinômio sagrado do Gerenciamento de Projetos são:
  • A. escopo, prazo e custo.
  • B. escopo, recursos humanos e comunicação.
  • C. prazo, custo e qualidade.
  • D. recursos humanos, qualidade e comunicação.
  • E. escopo, risco e prazo.

Questão 997068

Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT 15) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 35

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Na hipotética reforma de um dos espaços do Tribunal Regional de Campinas, será necessária a criação de uma parede de 4 m de largura e 3 m de altura e de um forro de 9 m de comprimento e 6 m de largura, havendo como opção o uso de drywall ou gesso comum para ambos os elementos. Considerando a exigência de forro duplo, se utilizado o gesso, e os valores de R$ 40 para o m2 de drywall e R$ 25 para o gesso, e perda de 5% de material em obra, o custo total da opção do
  • A. drywall será R$ 940 mais caro do que o custo total da opção do gesso.
  • B. gesso será R$ 990 mais barato do que o custo total da opção do drywall.
  • C. gesso será R$ 378 mais caro do que o custo total da opção do drywall.
  • D. drywall será R$ 240 mais barato do que o custo total da opção do gesso.
  • E. drywall será igual ao custo total da opção do gesso.

Questão 997069

Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT 15) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 36

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A definição de um cronograma físico-financeiro é essencial para o planejamento e execução de uma obra. Com relação às modalidades de organização dos eventos na construção civil,
  • A. com o advento dos programas computacionais, o diagrama de Blocos passou a ser derivado diretamente do diagrama de Gantt.
  • B. o planejamento clássico de Barras − método de Gantt − tem a vantagem de mostrar a dependência entre as atividades.
  • C. no método do diagrama de Blocos devem constar em cada bloco apenas a atividade e as correspondentes datas de início e de término.
  • D. o uso da técnica PERT-CPM tem como vantagem a representação de atividades em tempos de duração prováveis e reais.
  • E. o método de Gantt e a técnica PERT-COM destacam-se pela exclusividade de uso na construção civil.

Questão 997070

Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT 15) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 37

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Considere, abaixo, o cronograma, seu caminho crítico e respectivas folgas:

Nesse caso, o caminho crítico passa pelas atividades

  • A. 6 e 9 e não há folgas nas atividades 3 e 7.
  • B. 4 e 7 e as maiores folgas encontram-se nas atividades 6 e 9.
  • C. 3 e 8 e as maiores folgas encontram-se nas atividades 2 e 5.
  • D. 5 e 9 e não há folgas nas atividades 4 e 10.
  • E. 2 e 10 e as maiores folgas encontram-se nas atividades 1 e 8.

Questão 955679

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 58

Banca: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Nível: Superior

Os orçamentos, em geral, deveriam se basear emcomposições de preços unitários (CPU), que são tabelas de enorme relevância para o orçamentista, pois este precisa analisar a composição para saber o que foi considerado e a produtividade adotada quando da formação do preço da obra. As colunas da tabela de uma composição de custo unitário trazem alguns itens, entre eles um que “descreve cada um dos elementos essenciais para a produção de determinado produto ou serviço. Podem ser de mão de obra, material ou equipamento”. Assinale a alternativa que corresponde a este item específico nas colunas da composição.
  • A. Unidade
  • B. Índice.
  • C. Insumo.
  • D. Custo Unitário.
  • E. Custo Total.

Questão 962023

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Especialista - Área Arquiteto / Questão 51

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

O orçamento de uma obra pode tomar terminologias diferentes, em função da fase de projeto em que é elaborado.

Dentre as terminologias do orçamento de uma obra, aquela que corresponde à avaliação de custo obtida através de levantamento e estimativa de quantidades de materiais, serviços e equipamentos e pesquisa de preços médios, usualmente utilizada a partir do anteprojeto da obra, é denominada:

  • A. estimativa de custo;
  • B. orçamento preliminar;
  • C. orçamento estimativo;
  • D. orçamento analítico ou detalhado;
  • E. orçamento sintético ou orçamento reduzido.

Questão 997785

Tribunal de Justiça de Santa Catarina - SC (TJ/SC/SC) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 60

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

A figura abaixo apresenta um diagrama PERT-CPM e uma tabela com os tempos das atividades referentes a uma obra.

O tempo final da obra, em unidades de tempo (u.t.), e o tempo máximo da atividade F para que não haja interferência no tempo final são, respectivamente:

  • A. 17 e 2;
  • B. 15 e 2;
  • C. 15 e 1;
  • D. 16 e 3;
  • E. 17 e 3.

Questão 997786

Tribunal de Justiça de Santa Catarina - SC (TJ/SC/SC) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 61

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

A figura abaixo apresenta um diagrama em S de uma obra com as curvas relativas aos custos reais e serviços realizados, custo orçado e serviço estimado e custo orçado e serviço real.

 O índice de desempenho de prazo para a aferição correspondente a 70 % da progressão no tempo é:

  • A. 0,50;
  • B. 0,60;
  • C. 0,70;
  • D. 0,85;
  • E. 0,90.