Questões de Concurso de Urbanístico - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 997778

Tribunal de Justiça - SC (TJSC/SC) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 53

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

Ao se analisar a circulação viária, deve-se levar em consideração o fato de que os diversos ambientes e tipos de vias oferecem condições operacionais diferentes de utilização. Para uma localidade, relacione os tipos de vias apresentados na coluna da esquerda, com as respectivas quantidades apresentadas na coluna direita.

A relação correta é:

  • A. I-X, II-Y, III-K e IV-Z;
  • B. I-K, II-X, III-Z e IV-Y;
  • C. I-X, II-Y, III-Z e IV-K;
  • D. I-Y, II-X, III-K e IV-Z;
  • E. I-Z, II-X, III-Y e IV-Z.

Questão 997780

Tribunal de Justiça - SC (TJSC/SC) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 55

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

A sinalização tátil tem por função guiar o fluxo e orientar o deslocamento de pessoas portadoras de deficiência na visão. A figura abaixo apresenta o esquema de um ponto de ônibus em uma calçada.

Os pontos que devem ser feitos com piso tátil direcional e de alerta são:

  • A. direcional: B e C; alerta: A, D e E;
  • B. direcional: B, C e D; alerta: A e E;
  • C. direcional: B, C e E; alerta: A e D;
  • D. direcional: A e E; alerta: B, C e E;
  • E. direcional: A, C e D; alerta: B e E.

Questão 997783

Tribunal de Justiça - SC (TJSC/SC) 2018

Cargo: Arquiteto / Questão 58

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

A vegetação urbana desempenha funções importantes nas cidades, porém vários fatores impedem o desenvolvimento normal de uma árvore na área urbana. Um fator que dificulta a respiração das arvores é:
  • A. pavimentação do leito carroçável e das calçadas, impedindo a penetração do ar;
  • B. depósitos de resíduos de construção e entulhos no subsolo;
  • C. poluição do ar, com suspensão de resíduos industriais e fumaça;
  • D. compactação do solo, necessária para a pavimentação ou fundação de prédios;
  • E. podas drásticas, muitas vezes obrigatórias, e abertura de valas junto à arvore.

Questão 1003319

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) 2018

Cargo: Técnico I - Área Arquitetura / Questão 77

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca de conceitos, métodos e técnicas de apreensão e leitura do espaço urbano e da paisagem, julgue os itens que se seguem. Práticas culturais como as estabelecidas na relação entre o sertanejo e a caatinga, por exemplo, possuem interdependência com as materialidades produzidas e com as dinâmicas da natureza no contexto da paisagem cultural.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1003320

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) 2018

Cargo: Técnico I - Área Arquitetura / Questão 78

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca de conceitos, métodos e técnicas de apreensão e leitura do espaço urbano e da paisagem, julgue os itens que se seguem. Na apreensão e na leitura dos espaços relacionados à paisagem cultural, a natureza é considerada matéria-prima da realidade e tem prevalência sobre aspectos econômicos e socioculturais do território.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1003325

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) 2018

Cargo: Técnico I - Área Arquitetura / Questão 83

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito de intervenções, projetos urbanísticos e paisagísticos e conservação de jardins e parques históricos, julgue os itens a seguir. Nas intervenções propostas para jardins e parques históricos protegidos patrimonialmente, é vedado o uso de elementos que contrastem com a temporalidade dos bens existentes.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1003327

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) 2018

Cargo: Técnico I - Área Arquitetura / Questão 85

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito de intervenções, projetos urbanísticos e paisagísticos e conservação de jardins e parques históricos, julgue os itens a seguir. Em sítios protegidos, as operações de manutenção e conservação têm prioridade sobre as de restauração, que, por sua vez, têm prioridade sobre as operações de inovação e desenvolvimento.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 997081

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 48

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A urbanização de uma gleba para fins de moradia é um processo de intervenção no espaço, que cria áreas de múltiplos usos, tanto públicas como privadas. Este tipo de projeto deve prever uma distribuição
  • A. setorizada das moradias, definidas por faixas de renda e que permita a execução de no máximo 5% de áreas destinadas ao lazer.
  • B. econômica do sistema viário e das habitações respeitando a não ocupação de áreas com declividades acima de 15%.
  • C. sustentável para as áreas com restrição de uso (proteção permanente a nascentes, córregos, altas declividades, matas naturais), para fins de recreação e equipamentos institucionais.
  • D. hierarquizada para a implantação das edificações nos lotes e a liberação dos recuos exigidos nas legislações locais e na estadual.
  • E. equilibrada do sistema viário, de lazer, de uso institucional, de comércio e de habitação, um adequado relacionamento com a realidade do entorno da gleba.

Questão 997088

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 55

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A proposta de reabilitação de imóveis localizados em áreas urbanas centrais para Habitação de Interesse Social (HIS) pode se deparar com problemas fundiários, preço dos imóveis, falta de legislação e instrumentos urbanísticos adequados, entre outros. Na fase de inspeção e caracterização do edifício a ser reabilitado, é necessário que se realize
  • A. a verificação da regulamentação de obras no município, normas técnicas da ABNT, regulamento de operação e instalações das concessionárias e exigências legais incidentes para dimensionamento das aberturas.
  • B. o reconhecimento de propriedade, da situação do imóvel junto às concessionárias, situação jurídica e financeira em relação ao poder público e controle de acesso às unidades.
  • C. a comparação do edifício com os dados levantados no projeto original e verificação das anomalias estruturais e construtivas presentes no edifício, podendo ser necessária a elaboração de laudos técnicos estruturais das fundações, pilares, vigas e lajes.
  • D. a análise de alternativas tecnológicas locais, disponibilidade de material e mão de obra, custos envolvidos e condições de durabilidade, manutenção e adaptabilidade em relação ao novo uso.
  • E. a análise das condições urbanísticas e de logística urbana, infraestrutura urbana e equipamentos urbanos e a identificação dos agentes a serem envolvidos, moradores ou associação de moradores.

Questão 962016

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Especialista - Área Arquiteto / Questão 44

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

Com o objetivo de sensibilizar e mobilizar as cidades brasileiras para que se desenvolvam de forma econômica, social e ambientalmente sustentável, o Programa Cidades Sustentáveis oferece aos gestores públicos uma agenda de sustentabilidade urbana com 12 eixos temáticos, um conjunto de indicadores associados a essa agenda e um banco de referência com casos práticos nacionais e internacionais, disponíveis na plataforma cidadessustentaveis.org.br. O eixo “Planejamento e Desenho Urbano” tem como objetivo reconhecer o papel estratégico do planejamento e do desenho urbano na abordagem das questões ambientais, sociais, econômicas, culturais e da saúde, para benefício de todos.

Diante do exposto, pode-se dizer que o eixo “Planejamento e Desenho Urbano” favorece:

I. o ordenamento e desenvolvimento urbano no interior dos espaços construídos, com a recuperação dos ambientes urbanos degradados, assegurando densidades urbanas apropriadas;

II. o aproveitamento dos recursos e fenômenos naturais no planejamento urbano;

III. a setorização funcional dos bairros, estimulando a criação de bairros com funções e usos específicos, dando prioridade para a vocação turística dos centros das cidades.

Está correto somente o que se afirma em:

  • A. I;
  • B. II;
  • C. III;
  • D. I e II;
  • E. I e III.