Segundo o COSO, na Gestão de Riscos, deve-se buscar uma estrutura ou framework com uma comunicação adequada, objetivando um entendimento entre as camadas envolvidas. Desta forma, todas essas funções irão desempenhar o seu papel efetivo nesse processo. Assim, a área de Administração irá exercer a responsabilidade de

  • A. assegurar a adequação, o fortalecimento e o funcionamento do Sistema de Controles Internos, procurando contingenciar os Riscos de acordo com a complexidade de seus negócios.
  • B. buscar a adequação, o fortalecimento e o funcionamento do Sistema de Controles Internos, procurando mitigar os Riscos de acordo com a complexidade de seus negócios.
  • C. buscar um Sistema de Controles Internos apropriado ao risco de seus negócios, a fim de proporcionar segurança operacional e maior confiabilidade aos seus investidores e clientes.
  • D. estabelecer e disseminar a cultura de controles para garantir o cumprimento de leis e regulamentos existentes.
  • E. estabelecer os parâmetros e controles que a área necessita para verificar a conformidade, o uso prático e a adequação dos controles para as respectivas atividades operacionais.