Biologia Doenças DST's

A sífilis é uma doença sexualmente transmitida causada pela bactéria Treponema pallidum que se constitui em um problema de saúde pública de grandes magnitudes. Com o uso da penicilina no tratamento da sífilis, após a II Guerra Mundial, houve um imenso declínio da doença no Brasil e no mundo. Entretanto, o controle da doença nunca foi conseguido. Em relação à sífilis congênita, constatou-se no Brasil um acréscimo no número de casos notificados entre 1998 e 2007. Uma vez que tenha sido possível o controle do agente causador da sífilis, a explicação para o fato da doença, especialmente na forma congênita, constituir, ainda hoje, um problema de grande magnitude, está no fato de que a transmissão ocorre

  • A.

    por transfusão, por meio do sangue e seus componentes não triados adequadamente, sem, entretanto, contaminar o feto.

  • B.

    durante o ato sexual, sendo passada para o feto por meio dos gametas das pessoas infectadas.

  • C.

    além da via sexual, pela via vertical, em que a contaminação ocorre intraútero, por disseminação hematogênica para o feto ou por contato direto durante o parto.

  • D.

    por vias aéreas, podendo infectar gestantes e, consequentemente, passar para o feto por via sanguínea.

  • E.

    pela via sexual, também chamada de via vertical, entretanto o feto não é contaminado em caso de gestantes.