Questões de Concurso de Biologia Forense - Biologia

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1160242

Concurso UFPE Biomédico 2018

Questão 71

Universidade Federal do Pernambuco (UFPE)

Nível Superior

Em um inquérito epidemiológico, em área considerada endêmica para esquistossomose, foram analisadas 890 amostras fecais. A pesquisa demonstrou que crianças, na faixa etária entre 11 e 15 anos, possuíam maior carga parasitária que os adultos. Pergunta-se: que método parasitológico deve ter sido realizado para chegar a esta conclusão?

  • A.

    Hoffmann, Pons e Janer.

  • B.

    Baermann-Moraes.

  • C.

    Harada-Mori.

  • D.

    Kato Katz.

  • E.

    Faust.

Questão de Concurso - 1160256

Concurso UFPE Biomédico 2018

Questão 75

Universidade Federal do Pernambuco (UFPE)

Nível Superior

Em inquérito epidemiológico sobre filariose por Wuchereria bancrofti, realizado em adultos com baixa parasitemia, de área tradicionalmente não endêmica, que método parasitológico deve ser empregado?

  • A.

    Exame a fresco de sangue capilar diurno.

  • B.

    Concentração de sangue capilar pelo método de Knott.

  • C.

    Exame de gota espessa de sangue venoso corado pela acridina orange.

  • D.

    Filtração de sangue venoso em membranas de policarbonato.

  • E.

    Gota espessa de sangue venoso colhido com anticoagulante.

Questão de Concurso - 1048764

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 83

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

Com a criação da Rede Brasileira de Banco de Perfis Genéticos na década de 2010 e a aprovação da Lei nº 12.654, em 2012, foi possível inserir perfis genéticos de vestígios e condenados em um banco nacional de perfis genéticos e confrontar esses perfis utilizando o software CODIS. Recentemente, o Governo Federal, através do ministério da justiça, tem enfatizado a necessidade de ampliação do número de perfis nesse banco. Em relação ao processamento de amostras biológicas para inclusão no banco de perfis genéticos, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de procedimentos adotados pela equipe pericial.
  • A. Coleta de amostras de sangue de condenados – Extração do DNA – Quantificação – PCR – Eletroforese capilar – inclusão no CODIS.
  • B. Coleta de amostras biológicas em local de crime – Quantificação – Extração do DNA – PCR – Eletroforese capilar – inclusão no CODIS.
  • C. Coleta de amostras de saliva de condenados – Quantificação – Extração do DNA – Eletroforese capilar – PCR – inclusão no CODIS.
  • D. Coleta de amostras biológicas em local de crime – Extração do DNA – Quantificação – PCR – Eletroforese capilar – inclusão no CODIS.
  • E. Coleta de amostras de secreção vaginal de vítimas de estupro – Quantificação – Extração do DNA – PCR – Eletroforese capilar – inclusão no CODIS.

Questão de Concurso - 1048766

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 85

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

Um dos vestígios biológicos mais importantes para investigação criminal é o sangue. As amostras são relevantes do ponto de vista da análise do padrão de manchas de sangue presentes no local do crime, visto que podem apontar a dinâmica e os meios e modos de ocorrência do crime. A análise da natureza da mancha, denominada hematologia forense identificadora, também tem grande valor forense, pois permite confirmar se a amostra é realmente sangue, se é humano e o seu grupo sanguíneo. Em relação à coleta e análise de amostras de sangue, assinale a alternativa INCORRETA.
  • A. A luz forense, também denominada FLS (Forensic Light Source), auxilia na localização de uma gama de vestígios no local de crime, incluindo manchas latentes de sangue.
  • B. Atualmente, as equipes periciais têm empregado largamente os kits imunocromatográficos como método confirmatório para sangue humano.
  • C. Uma amostra de sangue que apresenta aglutininas anti-A e anti-B corresponde ao tipo sanguíneo “O”.
  • D. Um dos testes de certeza mais empregados atualmente para localização de sangue humano latente é o Luminol, substância que reage indiretamente com o grupo heme da hemoglobina, após reação oxidativa, produzindo luminescência.
  • E. Em amostras de referência de cadáver, o sangue é o tecido de escolha sempre que possível, pois possui DNA abundante, é de fácil coleta e os métodos de extração do DNA são mais simples e rápidos.

Questão de Concurso - 1048767

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 86

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

De acordo com o mapa da violência, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2017, foram registrados mais de 60 mil casos de estupro em todo o país. A prova pericial é fundamental para a confirmação do crime e indicação de autoria. Tanto o exame clínico realizado pelo Médico Legista quanto os exames laboratoriais ou a perícia no local do crime, que ficam a cargo dos Peritos Criminais, são indispensáveis para fundamentar os Laudos Periciais. Em relação aos procedimentos e técnicas empregadas no exame de casos de crimes sexuais, assinale a alternativa correta.
  • A. O método de extração diferencial do DNA é empregado em casos de violência sexual com intuito de separar o DNA masculino (FE - Fração Espermática) do DNA feminino (FNE – Fração Não Espermática), presentes em amostras de secreção vaginal e outras secreções e amostras coletadas do corpo de vítimas de estupro.
  • B. A pesquisa de Espermatozoide foi substituída pelo exame de PSA nas unidades periciais Brasileiras.
  • C. A liberação de resultado positivo para a presença de traços de sêmen no corpo de vítimas de estupro só deverá ser confirmada quando ambos os exames, PSA e Fosfatase ácida, forem reativos.
  • D. O crime de estupro ainda não se enquadra dentre os crimes que, de acordo com a Lei n° 12.654/2012, preveem a coleta de DNA de condenados e inclusão em um banco de perfis genéticos criminais.
  • E. O exame de PSA resulta não reativo para amostras de sêmen oriundas de indivíduos vasectomizados, visto que estes deixam de liberar espermatozoides.

Questão de Concurso - 1048768

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 87

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

Os organismos, em um determinado ambiente natural, evoluem ao longo de milhares de anos para se adaptar a um modo de vida, interagindo com outros organismos e com o meio de forma harmônica. Esse sistema como um todo tende a atingir um equilíbrio, até que algum fator interno ou externo o afete. A ação humana tem sido um dos principais elementos que ocasionam desequilíbrios em diferentes biomas ao redor do planeta. Um exemplo disso foi a introdução de dípteros oriundos da África no território Brasileiro que tem levado à diminuição drástica de populações nativas de dípteros. Em relação à ação humana, os desequilíbrios ambientais e a Entomologia Forense, assinale a alternativa correta.
  • A. Quando uma espécie exótica é introduzida em um determinado ambiente natural e essa espécie apresenta vantagens adaptativas em relação a espécies nativas que apresentam o mesmo habitat, porém diferentes nichos ecológicos, as espécies nativas sempre tendem a desaparecer em função da competição intraespecífica.
  • B. Uma ferramenta importante da Biologia Forense para identificação de vestígios de caça ilegal é a Tricologia Forense, visto que, a partir da análise das partes (cutícula, cortex e lanugem) de apenas alguns pelos, é possível indicar o transporte em um veículo de um animal em risco de extinção, como a onça pintada (Puma concolor).
  • C. O Calliphoridae, Lucilia sericata, é uma espécie exótica de díptero, com importância forense, oriunda da África e que foi introduzida no Brasil na década de 1970, espalhando-se rapidamente pelas diferentes regiões.
  • D. Chrysomya albiceps é uma espécie de díptero de grande importância forense, visto que é um dos principais insetos associados a miíases primárias em humanos.
  • E. Na coleta de material entomológico com a finalidade de estimativa de Intervalo Pós- Morte (IPM) empregando o método de Grau Dia Acumulado (GDA), é importante que o Perito Criminal tenha certeza de que os insetos coletados tenham, realmente, se desenvolvido no cadáver periciado, o que torna relevante, particularmente em se tratando de dípteros, a obtenção de imaturos (ovo, larva e pupa), em detrimento de espécimes adultas.

Questão de Concurso - 1048769

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 88

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

Entre as subdivisões da Biologia Forense, a Botânica Forense tem ganhado grande destaque nos últimos anos. Através dos conhecimentos botânicos, é possível identificar plantas utilizadas para produção de entorpecentes, bem como plantas venenosas. É possível distinguir diferentes tipos de madeira, associar um criminoso a um determinado local de crime através de microvestígios vegetais presentes em sua roupa ou em seu corpo (pólen, sementes, folhas etc.), identificar floração de algas tóxicas em um corpo d’àgua e muitas outras aplicações. Assinale a alternativa correta em relação à Botânica Forense.
  • A. No Brasil, através da Lei nº 11.343/2006 e da portaria nº 344/1998, da ANVISA, a Cannabis sativa está na lista “E” de plantas proscritas que podem ser utilizadas com a finalidade de produção de substâncias entorpecentes. A Cannabis indica não consta nessa lista.
  • B. Caules e raízes são as partes mais relevantes das plantas com a finalidade de identificação botânica.
  • C. Em relação à Palinologia forense, os grãos de pólen das gimnospermas e angiospermas e os esporos de pteridófitas, briófitas e fungos, depois de serem liberados, podem ficar suspensos no ar até caírem sobre folhas, objetos e solo e podem ser empregados em investigações criminais.
  • D. Ricinus communis e Tabebuia roseoalba são exemplos de plantas tóxicas e que podem levar à morte de humanos.
  • E. A madeira corresponde ao floema secundário da planta e suas características macroscópicas e microscópicas podem ser utilizadas para identificação da espécie vegetal.

Questão de Concurso - 1048770

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 89

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

A perícia ambiental é uma das mais complexas e muitas vezes exige a interação de uma equipe pericial multidisciplinar para materializar os diferentes aspectos de um crime ambiental. Em relação ao laudo pericial ambiental, assinale a alternativa que apresenta um item que NÃO é observado nesse tipo de Laudo.
  • A. Estudo de Impacto Ambiental.
  • B. Objetivos periciais.
  • C. Localização da área ou descrição do material periciado.
  • D. Descrição analítica dos vestígios e indícios do crime.
  • E. Exames Periciais empregados.

Questão de Concurso - 1048779

Concurso PC ES Perito Oficial Criminal - Área 5 2018

Questão 98

Instituto AOCP (Instituto AOCP)

Nível Superior

Em uma análise do local de crime em que há feridos, o perito vai em busca de possíveis vestígios de sangue. Para essa investigação, serão utilizados agentes oxidantes que auxiliarão na confirmação da presença ou não de sangue. Esses agentes oxidantes revelarão uma reação de oxidação quando em contato com um componente sanguíneo, o qual emitirá cor ou quimiluminescência. Assinale a alternativa que apresenta esse componente sanguíneo capaz de reagir com tais agentes oxidantes.
  • A. Hemoglobina.
  • B. Fibrinogênio.
  • C. Sangue total.
  • D. Plasma.
  • E. Albumina.

Questão de Concurso - 855347

Concurso POLITEC PE Perito Criminal - Área Ciências Biológicas 2016

Questão 85

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Com relação à biopirataria no Brasil, assinale a opção correta.
  • A. A elaboração de inventários amostrais de substâncias utilizadas por povos indígenas para fins medicinais é uma medida que contribui para reduzir a biopirataria e, ainda, preservar a identidade, a cultura e o patrimônio natural brasileiro.
  • B. O sequenciamento de genomas de espécies da fauna e da flora brasileira pode ser feito por qualquer país, independentemente de consentimento prévio do Estado brasileiro.
  • C. Ao autorizarem estrangeiros a obter e aplicar conhecimentos acerca de recursos da flora para fins de patenteamento de compostos com novos princípios ativos, as comunidades locais originalmente detentoras desses conhecimentos e o Estado brasileiro abdicam de quaisquer lucros ou benefícios decorrentes da utilização desses recursos.
  • D. Configuram biopirataria a exploração, a manipulação e a exportação de recursos biológicos, mas não a apropriação ou a monopolização de conhecimentos acerca do uso da flora e da fauna.
  • E. Embora seja permitida por legislação em vigor, a troca de germoplasmas entre o Brasil e outros países constitui o principal motivo do aumento da prática de biopirataria e do patenteamento genético.