Biologia Biologia Forense

Evidências físicas que não são coletas, documentadas e preservadas de modo apropriado, não possuem valor científico em investigações criminais. Para a correta identificação de criminosos a partir da análise de DNA e a manutenção da cadeia de custódia, devem-se seguir parâmetros rígidos para todas as etapas do processo. Portanto é correto afirmar:
  • A. Manchas de sangue e sêmen depositadas em peças de vestuário ou lençóis devem ser isoladas e transportadas na forma em que estão. Em geral, em sacos plásticos fechados e lacrados.
  • B. Fluidos corporais devem ser removidos com seringa descartável ou pipeta.
  • C. Sangue e sêmen ainda líquidos podem ser removidos com seringa descartável ou pipeta automática, sempre estéreis, e transferidos para um tubo de laboratório, também estéril. O sangue líquido coletado deve ser preservado com anticoagulantes.
  • D. Tecidos, fios de cabelo e ossos, podem ser coletados sem a necessidade de esterilização do material.
  • E. Quando já coaguladas, as amostras sanguíneas devem ser coletadas com haste flexível.