Biologia Metodologia Científica Práticas Laboratoriais

O tipo mais comum de transplante clínico é o alogênico, realizado entre indivíduos da mesma espécie, porém com bagagem genética distinta. Acerca desse assunto, assinale a alternativa correta.
  • A. A rejeição hiperaguda é caracterizada pela presença de macrófagos e linfócitos no interstício do enxerto, enquanto as células polimorfonucleares são raramente encontradas, a não ser que haja infecção concorrente.
  • B. Os transplantes clínicos requerem alguma forma de supressão da resposta imune para permitir a sobrevida do enxerto, sendo que, para viabilizá-los, requerem tratamentos imunossupressores, em sua maioria, não específicos, determinando maior risco de infecções e tumores ao hospedeiro.
  • C. A rejeição aguda se caracteriza pela presença de um grande número de células polimorfonucleares na vasculatura, associada com intensa formação de microtrombos e acúmulo de plaquetas.
  • D. A rejeição crônica, que ocorre meses ou anos após o transplante, é caracterizada por um aumento progressivo do lúmen vascular arterial, em razão da diminuição das células endoteliais.
  • E. A reação de rejeição é caracteristicamente uma reação de hipersensibilidade do tipo II, isto é, uma reação imunológica imediata que envolve, principalmente, a ação de linfócitos T e monócitos.