Questões de Concursos Câmara de Salvador - BA

Ver página Câmara de Salvador - BA Navegar questão a questão

Questão 956265

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 4

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

A palavra “agrícola-ambiental” aparece grafada com hífen pela mesma razão semântica do seguinte vocábulo abaixo:
  • A. segunda-feira;
  • B. tenente-coronel;
  • C. inter-relacionamento;
  • D. cara-de-pau;
  • E. político-econômico.

Questão 956266

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 5

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

O segundo parágrafo do texto 1 deve ser classificado, em termos de gênero textual predominante, como:
  • A. informativo;
  • B. instrucional;
  • C. didático;
  • D. publicitário;
  • E. injutivo.

Questão 956277

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 16

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

“Nos primeiros anos da conquista, os espanhóis resistiram a comer produtos nativos americanos, por isso trouxeram consigo plantas e animais de sua terra natal”.

Na reescritura desse segmento do texto 2, a pontuação está INADEQUADA em relação às regras de pontuação em:

  • A. Os espanhóis, nos primeiros anos de conquista, resistiram a comer produtos nativos americanos, por isso trouxeram consigo plantas e animais de sua terra natal;
  • B. Nos primeiros anos da conquista, os espanhóis resistiram a comer produtos nativos americanos e, por isso, trouxeram consigo plantas e animais de sua terra natal;
  • C. Nos primeiros anos da conquista os espanhóis resistiram a comer produtos nativos americanos, por isso trouxeram consigo plantas e animais de sua terra natal;
  • D. Os espanhóis resistiram a comer produtos nativos americanos, nos primeiros anos de conquista; trouxeram consigo, por isso, plantas e animais de sua terra natal;
  • E. Nos primeiros anos da conquista, os espanhóis resistiram a comer produtos nativos americanos, e, por isso trouxeram consigo plantas e animais de sua terra natal.

Questão 962905

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Assistente Legislativo Municipal / Questão 18

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Médio

A relação substantivo / adjetivo que está correta é:
  • A. social / socialista;
  • B. complexidade / complexa;
  • C. organização / organista;
  • D. indivíduo / individualidade;
  • E. reino / reinado.

Questão 962912

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Assistente Legislativo Municipal / Questão 25

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Médio

A palavra abaixo que NÃO segue o mesmo processo de formação que as demais é:
  • A. agressão;
  • B. imposição;
  • C. repressão;
  • D. familiar;
  • E. desgaste.

Questão 962913

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Assistente Legislativo Municipal / Questão 26

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Médio

“Ou seja, foi usada para criar uma desigualdade social...”; se modificarmos a oração reduzida de infinitivo por uma oração desenvolvida, a forma adequada seria:
  • A. para a criação de uma desigualdade social;
  • B. para que se criasse uma desigualdade social;
  • C. para que se crie uma desigualdade social;
  • D. para a criatividade de uma desigualdade social;
  • E. para criarem uma desigualdade social.

Questão 962914

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Assistente Legislativo Municipal / Questão 27

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Médio

“Essa desigualdade social é o fenômeno em que alguns indivíduos ou grupos desfrutam de bens e valores exclusivos e negados à maioria da população de uma sociedade”.

Nesse segmento do texto 2, o primeiro termo que estabelece coesão com um termo anterior é:

  • A. fenômeno;
  • B. em que;
  • C. essa desigualdade;
  • D. bens e valores;
  • E. população.

Questão 956294

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 33

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

Determinado ente criado por lei tem personalidade jurídica de direito público, desempenha atividade típica de Estado e não fiscaliza o exercício profissional de nenhuma categoria. Após amplos debates, sua diretoria deliberou que não mais realizaria concursos públicos, o que “burocratizava” muito a contratação de pessoal, mas realizaria licitações.

À luz da sistemática constitucional, esse ente tem a natureza jurídica de:

  • A. fundação, não integrando a Administração Pública indireta, sendo parcialmente incorreta a deliberação da diretoria, pois deve realizar concurso público;
  • B. sociedade de economia mista, integrando a Administração Pública indireta, sendo incorreta a deliberação da diretoria, pois deveria realizar concurso, mas não licitação;
  • C. autarquia, integrando a Administração Pública indireta, sendo parcialmente incorreta a deliberação da diretoria, pois deve realizar concurso público;
  • D. empresa pública, integrando a Administração Pública indireta, sendo incorreta a deliberação da diretoria, pois deveria realizar concurso, mas não licitação;
  • E. serviço social autônomo, integrando a Administração Pública indireta, sendo correta a deliberação da diretoria em não realizar concurso público.

Questão 956296

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 35

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

O Presidente da República editou determinado ato normativo alterando a Lei X, que estava em vigor há vários anos, o que gerou forte reação do Poder Legislativo, o qual entendia que a Constituição da República de 1988 não amparava esse tipo de iniciativa. Afinal, somente o Poder Legislativo, sob essa ótica, poderia editar ou alterar a lei. Em razão desse impasse, a validade do ato normativo foi questionada perante o Supremo Tribunal Federal.

À luz da sistemática constitucional e dos atos normativos passíveis de serem editados pelo Chefe do Poder Executivo federal, o referido ato normativo:

  • A. observados os demais requisitos exigidos, pode ser uma medida provisória, o que indica que o Poder Legislativo está errado;
  • B. qualquer que seja a sua natureza jurídica, jamais poderia alterar a lei, produzida exclusivamente pelo Poder Legislativo, indicativo de que este último está certo;
  • C. só poderia ser editado pelo Presidente da República, se houvesse delegação legislativa, o que não ocorreu, logo, o Poder Legislativo está certo;
  • D. poderia ser um regulamento executório da lei, que deve necessariamente ajustá-la às conveniências da rotina administrativa, logo, o Poder Legislativo está errado;
  • E. somente poderia ser um decreto autônomo, cuja edição é autorizada pela própria ordem constitucional, indicativo de que o Poder Legislativo está errado.

Questão 956297

Câmara de Salvador - BA 2018

Cargo: Analista Legislativo Municipal - Área Licitação / Questão 36

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

João, que não exercia a Chefia do Poder Executivo, mas atuara como ordenador de despesas durante o exercício financeiro anterior, foi notificado pelo Tribunal de Contas de que suas contas foram julgadas irregulares. João, no entanto, considerou que o Tribunal de Contas extrapolara suas competências, pois não poderia julgar suas contas, e ingressou com ação para que tal fosse reconhecido pelo Poder Judiciário.

À luz da sistemática constitucional, o Poder Judiciário deve reconhecer que o Tribunal de Contas:

  • A. é competente para apresentar parecer prévio nas contas de João, não para julgá-las;
  • B. somente seria competente para julgar as contas de governo de João;
  • C. é competente para julgar as contas de gestão apresentadas por João;
  • D. somente é competente para arquivar as contas de João, não para julgá-las;
  • E. é competente para julgar as contas de João, mas seria cabível recurso para o Poder Legislativo.