Tecnologia da Informação Sistemas Operacionais

No Linux, a execução periódica é normalmente tratada pelo daemon cron, que é iniciado quando o sistema inicializa e permanece em execução enquanto o sistema estiver de pé. O cron lê um ou mais arquivos de configuração, contendo listas de linhas de comando e datas/hora em que esses comandos são invocados. Um arquivo de configuração cron é chamado de “crontab”, abreviatura de “cron table”. Para que o sistema elimine, todos os dias, às 2 horas e 50 minutos, os arquivos do diretório /arq_coren que não foram acessados nos últimos 5 dias, deve ser acrescentada, no arquivo crontab, a seguinte entrada:
  • A. 2 50 * * * rm /arq_coren -atime -5 -exec rm -f { } ';'
  • B. 2 50 * * * find /arq_coren -atime -5 -exec rm -f { } ';'
  • C. 2 50 * * * find /arq_coren -atime +5 -exec rm -f { } ';'
  • D. 50 2 * * * find /arq_coren -atime -5 -exec rm -f { } ';'
  • E. 50 2 * * * find /arq_coren -atime +5 -exec rm -f { } ';'