Ciência Política Ciência Política

Na maior parte das sociedades ocidentais constatam- se arranjos diversos de intermediação política.

 - Freqüentemente tais arranjos caracterizam-se pela existência de redes de lealdades pessoais; de relações de compromissos entre políticos profissionais que negociam vantagens entre si e com seus seguidores; de interações envolvendo a troca de bens públicos por bens privados; e de acentuada personalização no exercício do poder político.

- Muitas vezes observa-se que partes da burocracia pública são capturadas pelo sistema de interesses privados, ao mesmo tempo em que partes do setor privado se aliam a segmentos dessa burocracia, de modo que determinados interesses privados passam a existir e a se realizar dentro do Estado.

- Em alguns contextos os interesses privados são organizados em associações funcionais, não competitivas, que recebem do Estado o reconhecimento institucional e o monopólio da representação dos interesses do grupo. Freqüentemente tais associações são envolvidas, direta ou indiretamente, no processo de formulação e gestão de decisões públicas.

 - Em outros contextos, a fim de influir nas decisões públicas, os interesses privados organizam- se em um número não-especificado de associações, grupos ou categorias múltiplas, voluntárias, competitivas e auto-determinadas, não ordenadas hierarquicamente. Tais entidades não são especificamente autorizadas, reconhecidas ou subvencionadas, criadas ou, de qualquer modo, controladas pelo Estado, nem exercem o monopólio da atividade representativa.

Indique a seqüência conceitual que expressa mais precisamente os conceitos acima:

  • A.

    Clientelismo / corporativismo / pluralismo / neocorporativismo

  • B.

    Clientelismo / patrimonialismo / corporativismo / pluralismo

  • C.

    Clientelismo / anéis burocráticos / corporativismo / pluralismo

  • D.

    Clientelismo / anéis burocráticos / patrimonialismo / corporativismo

  • E.

    Clientelismo / anéis burocráticos / corporativismo / patrimonialismo