Questões de Concurso de Sujeito Passivo - Direito Administrativo

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1204771

Concurso CREFONO 1 Agente Fiscal 2019

Questão 45

Instituto Quadrix (Quadrix )

Nível Superior

Com base na Lei n.º 8.429/1992, julgue os itens de 41 a 45.

Partidos políticos podem ser sujeitos passivos de ato de improbidade.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1092502

Concurso MPE SC Promotor de Justiça 2019

Questão 60

Ministério Público de Santa Catarina (MPE - SC)

Nível Superior

A competência para julgar atos ímprobos previsto na Lei n. 8.429/1992 é do STF, STJ, TRFs, TJs, dos Estados e do DF, relativamente às pessoas que devam responder perante eles por crimes comuns e de responsabilidade.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1061964

Concurso SAEB Agente Penitenciário (polícia penal) 2014

Questão 46

Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC)

Nível Médio

  • A.
  • B.
  • C.
  • D.
  • E.

Questão de Concurso - 1094368

Concurso MPE SP Promotor de Justiça Substituto 2013

Questão 71

Ministério Público de São Paulo (MPE - SP)

Nível Superior

Analise as seguintes afirmações, à luz da Lei n.º 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa):


I. Dentre outros, estão sujeitos às penalidades previstas na Lei n.º 8.429/92 os atos de improbidade praticados contra o patrimônio de entidade para cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com menos de cinquenta por cento do patrimônio ou da receita anual, limitando-se, nestes casos, a sanção patrimonial à repercussão do ilícito sobre a contribuição dos cofres públicos.

II. A condição para a posse e o exercício do cargo do agente público, consistente na entrega de declaração de bens e valores que compõem o seu patrimônio privado, deve compreender imóveis, móveis, semoventes, dinheiro, títulos, ações, e qualquer outra espécie de bens e valores patrimoniais, localizados no País ou no exterior, e, quando for o caso, abrangerá os bens e valores patrimoniais do cônjuge ou companheiro, dos filhos, dispensadas da relação os bens de outras pessoas, ainda que vivam sob a dependência econômica do declarante, bem como os objetos e utensílios de uso doméstico.

III. Apurada em regular inquérito civil a prática de ato de improbidade administrativa consistente em perceber o agente público vantagem econômica direta para facilitar a alienação, permuta ou locação de bem público, em determinadas circunstâncias é possível ao Promotor de Justiça a propositura de ação apenas para postular o ressarcimento do dano.

IV. Independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica, o responsável pelo ato de improbidade administrativa está sujeito às cominações previstas no respectivo diploma, às quais devem ser aplicadas cumulativamente.

V. Quando proposta pelo Ministério Público é imprescindível a instauração de inquérito civil para ulterior propositura de ação por ato de improbidade administrativa.


Está CORRETO o que se afirma somente nos itens


  • A.

    I, II e III.

  • B.

    I, III e IV.

  • C.

    II, III e V.

  • D.

    I e III.

  • E.

    II e IV.