Questões de Concurso de Suspensão Condicional da Pena (sursis) - Direito Penal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 999203

Polícia Civil - GO 2018

Cargo: Delegado de Polícia / Questão 12

Banca: Universidade Estadual de Goiás / Núcleo de Seleção (UEG)

Nível: Superior

Segundo o Código Penal, a reincidência
  • A. suspende o curso da prescrição.
  • B. impede a concessão de livramento condicional.
  • C. impõe regime inicial fechado para cumprimento de pena.
  • D. impede a suspensão condicional da pena, se em crime doloso.
  • E. impossibilita a substituição das penas privativas de liberdade pelas restritivas de direito.

Questão 999204

Polícia Civil - GO 2018

Cargo: Delegado de Polícia / Questão 13

Banca: Universidade Estadual de Goiás / Núcleo de Seleção (UEG)

Nível: Superior

Sobre o crime de peculato, previsto no Código Penal, verifica-se que,
  • A. na modalidade apropriação, pode se dar em favor de terceira pessoa.
  • B. como regra, admite a aplicação do princípio da insignificância, segundo a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça.
  • C. na modalidade desvio, não admite coautoria.
  • D. na modalidade culposa, a reparação do dano antes de sentença irrecorrível reduz à metade a pena imposta.
  • E. na modalidade furto, é prescindível que o agente se valha da facilidade que lhe proporciona a qualidade de funcionário.

Questão 999232

Polícia Civil - GO 2018

Cargo: Delegado de Polícia / Questão 41

Banca: Universidade Estadual de Goiás / Núcleo de Seleção (UEG)

Nível: Superior

Preenchidos os requisitos legais para concessão da benesse, é possível aplicar ao crime de lesão corporal de natureza leve praticado em situação de violência doméstica e familiar contra a mulher a
  • A. transação penal.
  • B. suspensão condicional da pena.
  • C. suspensão condicional do processo.
  • D. absolvição, com base no princípio da insignificância.
  • E. substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direitos.

Questão 886322

Cargo: / Questão 50

Banca:

Nível:

Sobre a suspensão condicional da pena, é correto afirmar:
  • A. Nos crimes previstos na Lei ambiental no 9.605/98, a suspensão poderá ser aplicada em condenação a pena privativa de liberdade não superior a quatro anos.
  • B. No primeiro ano do prazo, deverá o condenado cumprir uma das penas alternativas previstas no artigo 44 do Código Penal.
  • C. A execução da pena privativa de liberdade, não superior a quatro anos, poderá ser suspensa, por quatro a seis anos, desde que o condenado seja maior de sessenta anos de idade.
  • D. É causa de revogação obrigatória a condenação por crime doloso e culposo.
  • E. É causa de revogação obrigatória a frustração da execução de pena de multa, embora solvente.

Questão 903459

Cargo: / Questão 50

Banca:

Nível:

Sobre a suspensão condicional da pena, é correto afirmar:
  • A. Nos crimes previstos na Lei ambiental no 9.605/98, a suspensão poderá ser aplicada em condenação a pena privativa de liberdade não superior a quatro anos.
  • B. No primeiro ano do prazo, deverá o condenado cumprir uma das penas alternativas previstas no artigo 44 do Código Penal.
  • C. A execução da pena privativa de liberdade, não superior a quatro anos, poderá ser suspensa, por quatro a seis anos, desde que o condenado seja maior de sessenta anos de idade.
  • D. É causa de revogação obrigatória a condenação por crime doloso e culposo.
  • E. É causa de revogação obrigatória a frustração da execução de pena de multa, embora solvente.

Questão 973733

Ministério Público Estadual - MG (MPE/MG) 2018

Cargo: Promotor de Justiça Substituto / Questão 21

Banca:

Nível: Superior

Avalie as afirmações abaixo e assinale a alternativa CORRETA:
  • A. A revogação da suspensão condicional da pena é facultativa no caso de ser o agente irrecorrivelmente condenado, por crime culposo ou por contravenção, a pena privativa de liberdade ou restritiva de direitos.
  • B. De acordo com o art. 92, do Código Penal, a inabilitação para dirigir veículo automotor, quando utilizado como meio para a prática de crime doloso, é efeito automático da condenação.
  • C. Extinta a punibilidade do agente, não se lhe imporá medida de segurança, mas é possível a subsistência daquela que já houver sido imposta.
  • D. Se o Tribunal do Júri desclassifica o crime para outro de competência do Juiz singular, a pronúncia não pode ser considerada como marco interruptivo da prescrição.

Questão 431788

Caixa Econômica Federal (CEF) 2010 (2ª edição)

Cargo: Advogado / Questão 27

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Com relação ao direito penal, em cada uma das opções abaixo é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada. Assinale a opção que apresenta a assertiva correta.

  • A.

    Um empregado de um banco recusou-se a atender um cliente, alegando motivos de ordem religiosa; a religião praticada pelo cliente afrontava os preceitos morais e filosóficos do empregado. Nessa situação, a rejeição de atendimento pelo empregado tem fundamento na liberdade religiosa e de crença, assegurada na CF.

  • B.

    Um sentenciado cumpriu integralmente a pena privativa de liberdade e não pagou a pena de multa fixada na sentença de cem dias-multa, com valor do dia-multa fixado pelo juiz em um trigésimo do maior salário mínimo mensal vigente ao tempo do fato. Nessa situação, em face da inadimplência, ficará o processo de execução penal suspenso até o efetivo pagamento e, caso seja constatado que o executado é solvente e voluntariamente deixou de pagar a pena de multa ou por qualquer outro meio frustra a execução desta, poderá ter convertidos os dias-multa em detenção simples.

  • C.

    Juvenal, brasileiro, maior, casado, sócio-gerente da Mercearia Vende Tudo, primário, sem antecedentes, de bom comportamento social, foi denunciado pelo Ministério Público pela prática da conduta de expor à venda mercadorias em condições impróprias ao consumo, cujo tipo penal vem prescrito na lei dos crimes contra a relação de consumo, cuja pena é de detenção de dois a cinco anos ou multa. Nessa situação, se preencher todos os requisitos para a suspensão condicional do processo, aceitar a proposta juntamente com o defensor e se submeter às condições estabelecidas pelo juízo, na forma da lei de regência, Juvenal poderá gozar do benefício da suspensão condicional do processo.

  • D.

    Um cliente de determinado banco falsificou documentos pessoais de terceiro, comprovante de residência, entre outros documentos, com a finalidade de abertura de conta-corrente em estabelecimento bancário. Após a abertura da conta, recebeu cartões de crédito e débito e, decorridas algumas semanas, solicitou e conseguiu empréstimos bancários. Entretanto, antes de levantar os valores disponibilizados na conta-corrente, o agente arrependeu-se das condutas delituosas praticadas e confessou todo o ocorrido ao gerente do banco que imediatamente fez o bloqueio da conta. Nessa situação, está presente a figura da desistência voluntária prevista no CP, o que enseja a exclusão de ilicitude do fato.

  • E.

    Uma cliente de determinado banco, enquanto aguardava atendimento pessoal pelo gerente, sorrateiramente subtraiu duas pequenas peças de decoração da agência, consistentes em duas estatuetas banhadas a ouro, por relevante prêmio comercial, avaliadas em R$ 5.000,00. Em face do ostensivo aparato de segurança da agência, monitoramento eletrônico e câmeras de vigilância, entre outros, descobriu-se, de pronto, a infração penal e, antes da saída da cliente da agência, ela foi abordada por agentes de segurança e, em seguida, presa em flagrante. Nessa situação, configurou-se a hipótese do crime impossível previsto no CP pela absoluta impropriedade do meio utilizado pela agente.

Questão 787186

Defensoria Pública do Estado da Bahia - BA (DPE/BA) 2010

Cargo: Defensor Público de Classe Inicial / Questão 57

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca da aplicação do direito penal e do entendimento jurisprudencial firmado nos tribunais superiores, julgue os itens seguintes. Aplica-se a suspensão condicional da pena, levando-se em consideração a sanção penal abstratamente prevista para crime para o qual esteja prevista pena privativa de liberdade cujo patamar máximo seja de dois anos, suspendendo-se a execução, por dois a quatro anos, desde que o réu não seja reincidente e as circunstâncias legais e judiciais sejam favoráveis ao apenado, e não seja indicada substituição por pena restritiva de direitos.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 400265

Defensoria Pública da União (DPU) 2010

Cargo: Defensor Público Federal de Segunda Categoria / Questão 64

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

No que se refere ao livramento condicional e à suspensão condicional da pena, julgue os itens a seguir.

Não se admite a concessão de livramento condicional ao condenado por crime doloso, cometido com violência ou grave ameaça à pessoa.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 883995

Tribunal de Justiça   - PR (TJPR/PR) 2014

Cargo: Juiz Substituto / Questão 37

Banca: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC - PR)

Nível: Superior

Analise a opção CORRETA.
  • A. São circunstâncias que sempre atenuam a pena, ser o agente menor de 21 (vinte e um) anos ou maior de 70 (setenta) anos, na data do fato.
  • B. A pena poderá ser ainda atenuada em razão de circunstância relevante, anterior ou posterior ao crime, desde que prevista expressamente em lei.
  • C. Quando, por acidente ou erro no uso dos meios de execução, o agente, ao invés de atingir a pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, responde como se tivesse praticado o crime contra aquela. No caso de ser também atingida a pessoa que o agente pretendia ofender, aplica-se a regra do concurso material, descrita no artigo 69 do Estatuto Repressivo.
  • D. No que se refere a suspensão condicional da pena, artigo 77, e parágrafos, do Código Penal, pode-se dizer que o legislador criou dois tipos de suspensão, quais sejam, a simples, consistente na aplicação das condições de prestação de serviços à comunidade ou limitação de final de semana (artigo 78, § 1º, CP); e a especial, consistente na aplicação das condições de proibição de frequentar determinados lugares; proibição de ausentar-se da comarca na qual reside, sem autorização do Juiz; comparecimento pessoal e obrigatório a Juízo, mensalmente, para informar e justificar suas atividades (artigo 78, § 2º, CP).