Questão 1084465 - Ação penal e ação civil ex delicto

Concurso: Polícia Civil do Espírito Santo - ES (PC ES/ES) 2019

Cargo: Delegado de Polícia

Banca:

Nível: Superior

Direito Processual Penal Ação penal e ação civil ex delicto

Marcio, por intermédio de um advogado, ingressou com uma queixa-crime em face de Arnaldo, uma vez que, pelas redes sociais, Arnaldo imputou a ele, falsamente, um fato definido como crime. No curso do processo, Marcio tomou conhecimento por meio de amigos em comum que Arnaldo teria perdido um filho assassinado em um assalto, fato que o comoveu e em sede de alegações finais, Márcio, por seu advogado, postula a absolvição do réu em relação ao crime contra a honra cometido. Diante desta situação, é correto afirmar que o juiz

  • A.

    poderá, ainda assim, condenar o réu, uma vez que a ação penal, nesta hipótese, é privada, cabendo a ele tal decisão.

  • B.

    deverá, nestas situações, chamar o autor e o réu a fim de que possa promover a reconciliação entre eles.

  • C.

    não terá outra alternativa que não seja reconhecer a extinção da punibilidade de Arnaldo.

  • D.

    poderá condenar ou absolver Arnaldo, independentemente do fato de Márcio ter, em sede de alegações finais, postulado a absolvição do agente.

  • E.

    ficará obrigado a absolver Arnaldo, porquanto Márcio é o titular da ação penal privada, podendo assim desistir dela a qualquer tempo.