Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Redes Inteligentes (Smart Grids)

O projetista de um sistema de comunicação digital deve comparar as técnicas de modulação 8-PSK e 64-QAM para decidir qual das duas é a técnica mais indicada ao sistema que ele está projetando. O sistema deverá suportar uma taxa de bits de 5 Mbps na entrada do modulador e propiciar uma taxa de erro de bit (TEB) de, no máximo, 10 !4 na saída do demodulador. O gráfico a seguir mostra, para as duas técnicas de modulações, a TEB em função da razão entre a potência do sinal e a potência do ruído, S /N, medida na entrada do demodulador. 

 A partir dessas informações e considerando que a largura da faixa de freqüência requerida para se transmitir um sinal M-PSK ou M-QAM é dada por — em que " é o fator de T s B = (1+α)R decaimento do filtro de formatação (0 < " # 1) e R s é a taxa de símbolos (ou taxa de sinalização) observada na saída do modulador —, que, independentemente da técnica de modulação escolhida, o parâmetro " terá o valor 0,25 e que o canal pode ser modelado como um canal AWGN (additive white gaussian noise), julgue os itens a seguir, assumindo que 10 log 10 (2) = 3.

O uso da modulação 64-QAM exigirá que a potência do sinal na entrada do demodulador seja 5 dB maior que aquela requerida com o uso da modulação 8-PSK.

  • C. Certo
  • E. Errado