Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Conceitos Básicos

A figura abaixo mostra alguns detalhes da topologia elétrica de uma cabine de distribuição industrial, com duas entradas provenientes de duas fontes diferentes, conectadas através dos disjuntores DJ1 e DJ2 a duas barras A e B, respectivamente, e dois alimentadores de saída, com seus disjuntores DJ3 e DJ4. Entre as barras A e B existe um disjuntor de transferência DJ5.

 Foi implementado um sistema de transferência automática sem interrupção, também chamado de transição fechada, com tempo de paralelismo de 100,0 [ms]. Em uma dada condição de operação, os disjuntores DJ1, DJ2, DJ3 e DJ4 estão fechados, permitindo que cargas ligadas aos alimentadores possam operar normalmente. A sequência correta de checagens e manobras que deve ser feita pelo sistema automático, que permite a transferência sem interrupção, da carga do alimentador conectado ao disjuntor DJ3, para que seja possível efetuar uma manutenção na fonte ligada ao disjuntor DJ1, é

  • A. verificar se existem condições de sincronismo entre as barras A e B. Em caso negativo, o disjuntor DJ5 é fechado e, após 100,0 [ms], o disjuntor DJ1 é aberto. Em caso positivo, a manobra é cancelada.
  • B. verificar se existem condições de sincronismo entre as barras A e B. Em caso positivo, o disjuntor DJ5 é fechado e, após 100,0 [ms], o disjuntor DJ1 é aberto. Em caso negativo, a manobra é cancelada.
  • C. verificar se existem condições de sincronismo entre as barras A e B. Em caso positivo, o disjuntor DJ5 é fechado e, após 100,0 [ms], o disjuntor DJ1 é aberto. Em caso negativo, a manobra é cancelada.
  • D. verificar se existem condições de sincronismo entre as barras A e B. Em caso positivo, o disjuntor DJ1 é aberto e, após 100,0 [ms], o disjuntor DJ5 é fechado. Em caso negativo, a manobra é cancelada.
  • E. verificar se existem condições de sincronismo entre as barras A e B. Em caso positivo, o disjuntor DJ1 é aberto e, após 100,0 [ms], o disjuntor DJ5 é fechado. Em caso negativo, a manobra é cancelada.