Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Sistemas Elétricos de Potência Geração de Energia

Até os anos 80, o motor de corrente contínua tinha melhor desempenho e maior utilização no controle de processos. Com o avanço da eletrônica de potência e dos microcontroladores, foi possível permitir a melhoria de desempenho dos motores de indução no controle de processos através de conversores eletrônicos de potência, usando chaves estáticas. Atualmente, os motores de indução são amplamente empregados em controle de processos, utilizando conversores chamados popularmente de inversores de frequência. Para compreender o controle dos motores de indução por meio de inversores é necessário o conhecimento do funcionamento do motor de indução, cujo circuito elétrico equivalente, de um modelo simplificado, é mostrado na figura 5. Considere o seguinte:

O comportamento dos parâmetros descritos neste modelo simplificado que melhor descreve seu funcionamento é o seguinte

  • A. o funcionamento do motor de indução a vazio é representado com o valor do escorregamento unitário.
  • B. no motor em plena carga de carga a corrente magnetizante é reduzida a zero.
  • C. no motor funcionando em condição de carga, o fator de potência é reduzido com a redução da corrente do estator, que está adiantada em relação a tensão de alimentação.
  • D. a corrente do estator alimenta o fluxo magnetizante cuja corrente magnetizante é responsável pelo torque eletromagnético.
  • E. com o aumento da carga aumenta o fator de potência devido ao aumento da corrente do rotor.