Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Conceitos Básicos Medidas Elétricas Transformadores para instrumentos, Transformador de potencial e Transformador de corrente

A grande expansão dos sistemas elétricos exige o uso de correntes e tensões cada vez maiores. Não existindo aparelhos de medição, de uso prático, que possam medir diretamente estas tensões e correntes, faz-se então uso de dispositivos que possam reduzir, tantas vezes quanto necessário, os altos valores a serem medidos, até se adequarem aos aparelhos de medição normalmente usados. São exemplos destes, os Transformadores de Corrente (TC) acerca dos quais se pode afirmar que:

  • A.

    Quando se diz que um TC de medição possui classe de exatidão de 3,0, deve-se ter na verdade uma limitação do Fator de Correção de Transformação (FCT) limitado entre 0,97 e 1,03.

  • B.

    Durante a ocorrência de um curto-circuito, é necessário que a corrente no secundário do TC de proteção não aumente na mesma proporção da corrente primária a fim de que não se danifiquem os equipamentos conectados a este TC.

  • C.

    A corrente térmica contínua nominal, também conhecida como corrente de curta duração, é a corrente mínima que pode circular no primário do transformador de corrente, estando o secundário em curto-circuito durante o período de um segundo, sem que seja excedida a elevação de temperatura especificada por norma.

  • D.

    Fator de segurança é um fator que multiplica a corrente primária nominal de um transformador de corrente usado para serviços de medição de modo a obter o valor de corrente primária mínima a partir da qual o erro composto nominal é igual ou inferior a 10%

  • E.

    O secundário de transformadores de corrente não deve ficar em aberto quando há corrente no primário, caso contrário altas tensões serão induzidas no circuito secundário, representando perigo para as pessoas e para a isolação do equipamento.