Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Eletrônica Eletrônica de Potência

Acerca da manutenção com a linha desenergizada, é INCORRETO afirmar:

  • A.

    Impedimento de reenergização é o estabelecimento de condições que impedem, de modo reconhecidamente garantido, a reenergização do circuito ou equipamento desenergizado, assegurando ao trabalhador o controle do seccionamento. Na prática, trata-se da aplicação de travamentos mecânicos, por meio de fechaduras, cadeados e dispositivos auxiliares de travamento ou com sistemas informatizados equivalentes.

  • B.

    Seccionamento é o ato de promover a descontinuidade elétrica total, com a remoção dos fios dos pontos de fornecimento de energia através de ferramental apropriado e segundo procedimentos específicos.

  • C.

    Constatação da ausência de tensão é a verificação da efetiva ausência de tensão nos condutores do circuito elétrico. Deve ser feita com detectores testados antes e após a verificação da ausência de tensão, sendo realizada por contato ou por aproximação e de acordo com procedimentos específicos.

  • D.

    Instalação de aterramento temporário com equipotencialização dos condutores dos circuitos é um procedimento adotado quando, constatada a inexistência de tensão, um condutor do conjunto de aterramento temporário é ligado a uma haste conectada à terra. Na sequência, são conectadas as garras de aterramento aos condutores fase, previamente desligados.

  • E.

    Zona controlada é a área em torno da parte condutora energizada, segregada, acessível, de dimensões estabelecidas de acordo com nível de tensão, cuja aproximação só é permitida a profissionais autorizados, como disposto no anexo II da Norma Regulamentadora nº10.